O polêmico muro que o fundador do Facebook está construindo no Havaí

  • Reprodução/ Google Street View

    A ampliação deste muro ao redor da propriedade de Zuckerberg no Havaí pode ser vista nesta foto do Google Street View

    A ampliação deste muro ao redor da propriedade de Zuckerberg no Havaí pode ser vista nesta foto do Google Street View

Um projeto - arquitetônico, não corporativo - de Mark Zuckerberg, o fundador do Facebook, está causando polêmica em uma ilha do Havaí.

Zuckerberg está construindo um muro de pedra de quase dois metros de altura em volta de uma propriedade que comprou na ilha de Kauai, a quarta maior do arquipélago, também conhecida como "ilha jardim".

O terreno, de 240 hectares (cerca de 2,4 quilômetros quadrados), foi comprado em 2014 e inclui a praia, uma antiga plantação de cana-de-açúcar e uma granja orgânica.

A polêmica é porque o muro que está sendo construído em torno da terra estaria bloqueando a vista para a praia.

"É triste que alguém venha, compre uma extensão enorme de terra e a primeira coisa que faça seja bloquear a vista que esta comunidade tem há anos", disse um morador da ilha, Gy Hall, ao jornal local TGI.

Ainda não se sabe qual será a extensão total do muro de Zuckerberg, pois a construção começou há apenas algumas semanas.

Sem brisa

Os vizinhos do muro já se manifestaram contra a construção.

"Estou superinfeliz com isto. Sei que a terra pertence a Zuckerberg. Dinheiro não é problema para ele. Sou mais baixa que o muro e quando vou caminhar não vejo mais do que uma parede", disse Donna Mcmillen, que mora perto da propriedade do fundador do Facebook.

Shosana Chantara, que também é vizinha da construção, afirma que o muro já prejudicou a circulação do ar. "Faz calor atrás desta parede. Como está em um aterro, a brisa do mar não sopra", acrescentou.

Reprodução/ Instagram
'Quando o inventor do Facebook comprou mais de 700 acres em Kauai, há dois anos, o moradores ficaram nervosos', escreveu este usuário do Instagram que publicou uma foto do muro

De acordo com o jornal, alguns moradores já pregaram cartazes e bilhetes no muro, pedindo sua derrubada. Outros escreveram ao próprio Zuckerberg, mas ainda não obtiveram resposta.

Outro vizinho ouvido pelo TGI não acha o muro tão ruim. Thomas Beebe vive ao lado do terreno comprado por Zuckerberg e disse que o muro é uma "atração".

Brian Catlin, entrevistado pelo jornal britânico The Daily Mail, disse que Zuckerberg pagou "muito dinheiro (pelo terreno) e, por isso, pode fazer o que quiser".

Ruído

Shawn Smith, porta-voz do projeto, enviou uma declaração por escrito a vários meios de comunicação, na qual afirmou que este tipo de construção "geralmente é usado como uma barreira de som para reduzir o ruído das ruas e este é seu propósito principal".

"A barreira segue todos os regulamentos e regulamentações e nossa equipe está comprometida em garantir que qualquer desenvolvimento respeite a paisagem local e o meio ambiente, e que os vizinhos sejam levados em conta", acrescentou.

A BBC Mundo, o serviço em espanhol da BBC, entrou em contato diretamente com o Facebook e com a companhia que gerencia suas relações públicas no Reino Unido. Não houve resposta ao primeiro pedido. À segunda solicitação, a resposta foi que a companhia "não tem nenhum comentário a respeito".

Entretanto, blogueiros, revistas e sites especializados em tecnologia não deixaram de lembrar palavras do fundador do Facebook em outro contexto.

"Ouço vozes assustadoras que pedem a construção de muros e que nos distanciemos de pessoas a quem chamam de 'os outros'", afirmou Zuckerberg em abril, em uma alusão aos planos do virtual candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, de construir um muro na fronteira com o México.

"Mark Zuckerberg realmente, realmente ama os muros", disse o Gizmodo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos