'Quase morri, comecei a sangrar': como Eddie Hall se tornou o 1º homem a levantar 500 kg

Parecia que Eddie Hall estava suando sangue: o esforço havia sido tanto que fez alguns vasos sanguíneos de sua cabeça arrebentarem.

Segundos antes, ele tinha feito o que nenhum ser humano havia sido capaz de fazer: levantar meia tonelada de peso em uma série válida do campeonato para eleger o "Homem mais forte do mundo", ocorrida no fim de semana.

Hall começou sua apresentação parando em frente a uma barra com diversos pesos de cada lado.

  • Nova Thatcher? Quem é Theresa May, a futura primeira-ministra do Reino Unido
  • Teste internacional anticorrupção aprova só uma multinacional brasileira

Balançou os braços, cumprimentou o público, agachou, segurou a barra e a levantou, com os braços esticados e tensionados.

Os segundos começaram a passar.

Um, dois, três... O corpo sacudia, o olhar perdido à frente, parecia que ia explodir... Sete, oito, nove!

Hall soltou a barra e caiu de joelhos. A confusão e a angústia se apoderaram da Arena Leeds, no Reino Unido.

Ele havia conquistado um recorde mundial - levantar 500 quilos de peso morto -, mas naquele momento temia por sua vida.

"A pressão em meu corpo foi surreal", afirmou Hall ao se dar conta do feito. "Desmaiei, sangrei pelo nariz. Não é saudável fazer algo assim".

  • Arqueólogos fazem 'descoberta inédita' de cemitério filisteu em Israel

"Quase morri", concluiu o atleta ao jornal Yorkshire Evening Post.

Apelidado de "A Besta", Hall começou a participar das competições do homem mais forte do mundo em 2010, quando se consagrou no campeonato da Inglaterra.

Desde então, ganhou todas as provas no Reino Unido, e em 2015 terminou em quarto lugar no campeonato mundial.

"Eu fiz e tenho cereza de que isso (o levantamento de 500 quilos de peso) estará no livro dos recordes por puito tempo. É uma grande sensação", disse.

"É como ser o primeiro homem na Lua, ou o primeiro homem a correr uma milha em menos de quatro minutos. Agora sou o primeiro a levantar meia tonelada de peso".

Após tamanho esforço - e risco -, Hall não pôde seguir competindo pelo troféu europeu, defendido pelo islandês Hafbor Júlíus Björnsson.

Mas Björnsson - que vive o personagem Montanha na série Game of Thrones - não conseguiu repetir o triunfo pela terceira vez consecutiva.

Ele perdeu a final para o britânico Laurence Shahlaei, que surpreendeu a todos ganhando muitos pontos na prova de movimentar um automóvel.

Shahlaei percorreu 20 metros levando um Volkswagen Beattle - e isso em 11 segundos e 5 centésimos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos