Reino Unido vai dobrar punição a quem usar celular ao volante

Motoristas que forem flagrados usando o celular ao volante vão enfrentar "punições muito mais duras", com o dobro de pontos e multa, informou o governo britânico.

De acordo com as novas regras, que devem entrar em vigor a partir do ano que vem, o uso do aparelho na direção pode implicar na perda de seis pontos na carteira de habilitação e no pagamento de multa de até 200 libras (R$ 850).

Além disso, motoristas recém-habilitados podem ter de refazer o teste na primeira vez que forem pegos cometendo a infração.

O novo regulamento, no entanto, não agradou a todos os parentes de vítimas de acidentes de trânsito.

Para Darrel Martin, cujo irmão foi morto por um motorista usando celular, as punições não são fortes o suficiente.

Pelas novas regras, que passam a valer na Inglaterra, Escócia e País de Gales, motoristas experientes também poderão ir a julgamento se cometerem a infração pela segunda vez, com multas de até 1 mil libras (R$ 4,3 mil) e proibição da permissão para dirigir por seis meses.

  • Como a China se tornou a maior potência paralímpica?
  • Quatro mitos sobre as dores nas costas

Atualmente, no Reino Unido, a punição para quem é flagrado usando o celular enquanto dirige é de três pontos e multa de 100 libras (R$ 430).

Uma campanha também será veiculada no país para promover a conscientização dos motoristas sobre os riscos do uso do celular ao volante.

O Departamento de Transporte britânico diz esperar que as mudanças entrem em vigor já no primeiro semestre de 2017.

As novas regras não serão válidas na Irlanda do Norte, onde os motoristas perdem três pontos na carteira de habilitação e têm de pagar 60 libras (R$ 255) de multa se cometerem a infração.

'Sem sentido'

Em entrevista à BBC, Martin disse acreditar que "para a maioria das pessoas, isso (as novas regras) só tornará mais caro dirigir, mas não se trata de um impedimento".

"Seis pontos (na carteira de habilitação) não é o mesmo que a proibição imediata de dirigir ao ser flagrado alcoolizado".

O irmão de Martin, Lee Martin, morreu quando sua bicicleta foi atingida por uma van conduzida por Christopher Gard, no ano passado.

No início deste mês, Gard, de 30 anos, foi condenado a nove anos de prisão depois de admitir ter causado a morte de Lee. Antes do acidente, ele já havia sido multado seis vezes por usar o telefone ao volante.

"Se você não pode viver seguindo algumas regras que são feitas para não transformá-lo em um assassino, então você não pode dirigir; não é pedir muito", defendeu Martin.

"Não use telefone celular enquanto estiver dirigindo...uma mensagem de texto matou meu irmão, o sujeito (Christopher Gard) estava escrevendo quando meu irmão estava voltando para a casa para se encontrar com um amigo e levar o cachorro para passear", acrescentou.

"A vida do meu irmão acabou...de uma forma sem sentido, totalmente sem sentido", lamentou.

Uma pesquisa recente mostra que um terço dos motoristas britânicos envia mensagens, faz telefonemas e usa aplicativos ao volante, e o número vem crescendo desde 2014.

Metade das 1,7 mil pessoas entrevistadas para o levantamento afirmou que chegou, inclusive, a tirar fotos e fazer vídeos enquanto dirigia.

Segundo o Departamento de Transporte britânico, a distração dos motoristas ao usar o celular causou 492 acidentes no Reino Unido em 2014. Desse total, 21 foram fatais e 84 considerados graves.

"Pode parecer inofensivo, mas ao responder a uma mensagem, atender um telefonema, ou usar um aplicativo, você pode matar e causar uma tragédia", disse o secretário de Transporte do Reino Unido, Chris Grayling.

Brasil

No Brasil, as punições para o uso do celular ao volante também foram alteradas.

A partir de novembro, quem for flagrado falando ou mexendo no aparelho enquanto estiver dirigindo passará a cometer infração gravíssima e não mais média como hoje, com a perda de sete pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 293,47 (frente ao valor atual de R$ 85,13).

A palavra "manuseando" também será incluída no Código de Trânsito. O intuito é punir o motorista que estiver, por exemplo, mandando mensagens de texto ou acessando redes sociais.

As mudanças foram sancionadas pela ex-presidente Dilma Rousseff em maio deste ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos