Nuvem tóxica: Estado Islâmico queima poços de petróleo na batalha por Mossul

O grupo extremista autodenominado Estado Islâmico está adotando uma nova estratégia contra as forças de segurança iraquianas em Mossul.

Diante de uma possível perda de território, os extremistas passaram a atear fogo nos campos de petróleo que controla na área.

A estratégia tem enegrecido o céu, que ficou tomado por fumaça e resquícios do óleo.

Agora, a nuvem tóxica está se espalhando pelas cidades ao redor de Mossul, provocando doenças respiratórias.

Crianças e idosos são os que mais sofrem com a fumaça. Rebanhos de ovelhas também têm sentido os efeitos da intoxicação - antes brancos, os animais foram tingidos pelo óleo e estão morrendo.

A ofensiva militar para retomar o controle de Mossul, que fica no norte do Iraque, ocorre desde outubro.

A cidade está há mais de dois anos sob controle do Estado Islâmico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos