Imagens mostram atirador após ataque que matou embaixador russo

O homem que matou a tiros o embaixador russo na Turquia foi identificado como Mevlut Mert Aydintas, um policial turco de 22 anos de idade, integrante da unidade de choque de Ancara.

Ele foi morto logo após o crime por forças de segurança. Ainda não está claro se ele era ligado a algum grupo.

O embaixador Andrei Karlov participava de uma exposição de arte chamada "Russia as seen by Turks" - "Rússia na visão dos turcos", em tradução literal.

Imagens fortes: vídeo mostra morte de embaixador russo na Turquia

Os disparos ocorreram enquanto Karlov fazia um discurso em frente a fotógrafos e cinegrafistas.

Segundo relatos, várias outras pessoas teriam sido feridas no ataque, realizado um dia depois de protestos na Turquia contra a intervenção militar russa em território sírio.

Autoridades investigam a suspeita de que o crime possa estar ligado ao envolvimento russo na guerra da Síria.

No vídeo, é possível ouvir o atirador gritando "Não se esqueçam de Aleppo, não se esqueçam da Síria". Ele também usa a frase islâmica "Allahu Akbar" ("Deus é grande").

O presidente turco Recep Tayyip Erdogan conversou por telefone com o colega russo Vladimir Putin sobre o ataque, de acordo com seu gabinete.

Erdogan também apareceu em uma mensagem de vídeo afirmando que a Rússia e a Turquia concordam que o crime foi um ato de "provocação".

Ele disse que o objetivo de prejudicar as relações entre os dois países não será atingido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos