Cavalos matam mais do que todos os animais venenosos juntos na Austrália, indica levantamento

Cavalos mataram mais pessoas na Austrália nos últimos anos do que todos os outros animais venenosos do país. A constatação é de um estudo da Universidade de Melbourne.

Ronelle Welton, do departamento de Farmacologia da universidade australiana, examinou os registros de internação hospitalar do Instituto Australiano de Saúde e Bem-Estar e dados de médicos legistas.

Ela verificou que, entre 2000 e 2013, os cavalos foram responsáveis pela morte de 74 pessoas que caíram ou foram pisoteadas pelo animal.

Cerca de 42 mil pessoas foram hospitalizadas por causa de mordidas e picadas, com abelhas e vespas sendo responsáveis por mais de um terço das internações.

As aranhas não foram responsáveis por nenhuma morte no período, segundo a pesquisa.

Mudando estereótipos

Welton afirma que o estudo, publicado no Internal Medicine Journal, coloca em xeque estereótipos sobre os animais venenosos da Austrália.

O país é conhecido por ter algumas das espécies de cobras, aranhas e animais marinhos mais peçonhentos do mundo. "A Austrália é conhecida como o epicentro de tudo o que é venenoso", disse a especialista à BBC.

O estudo analisou principalmente os animais que mordem e picam, mas durante a pesquisa, ela acabou descobrindo várias mortes relacionadas a quedas de cavalos.

Mas "o surpreendente" é que os insetos foram os que mais levaram pessoas a buscarem tratamento nos hospitais do país, acrescentou.

A Dra. Welton disse que a pesquisa mostrou que as reações alérgicas a mordidas ou picadas são as maiores ameaças para a saúde.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos