Veja momento em que prédio de 17 andares em chamas desaba em Teerã

Um prédio de 17 andares, um dos mais antigos de Teerã, capital do Irã, desabou depois de um incêndio.

Segundo informações da imprensa estatal, muitos bombeiros estavam combatendo as chamas dentro do prédio no momento do desabamento - cerca de 25 deles estão desaparecidos, e podem ter morrido.

O edifício Plasco, um dos mais tradicionais da cidade, estava em chamas há horas e 200 homens estavam tentando apagar o incêndio.

Mais de 200 pessoas teriam ficado feridas no incidente.

Inaugurado em 1962, o Plasco já foi o mais alto edifício de Teerã. Nos dias atuais, abrigava escritórios, fábricas de roupas e lojas de um shopping.

Os bombeiros contaram que já tinham avisado a gerência do prédio sobre a falta de segurança.

Jalal Maleki, porta-voz deles, afirmou que faltavam extintores de incêndio.

"Até nas escadas havias muitas roupas guardadas, e isso vai contra as regras de segurança. Os administradores não prestaram atenção aos alertas", disse.

O incêndio começou na manhã desta quinta-feira, um dia em que muitos dos donos de lojas não estavam no edifício.

Imagens mostraram o fogo e a fumaça nos andares superiores.

O canal de televisão estatal iraniano informou que dezenas de bombeiros estavam dentro do Plasco quando uma das paredes desabou, fazendo com que a estrutura toda caísse.

Pir-Hossein Kolivand, chefe do Serviço de Emergência Médica, afirmou acreditar que muitos bombeiros morreram, mas não deu números exatos.

A polícia isolou a avenida onde o prédio ficava. De acordo com a agência de notícias iraniana Irna, as embaixadas do Reino Unido e da Turquia ficam na vizinhança.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos