Dublê morre após levar tiros em gravação de clipe na Austrália

Um dublê morreu após ser baleado durante as filmagens de um videoclipe em Brisbane, na Austrália, nesta segunda-feira.

Johann Ofner, de 28 anos, foi atingido enquanto trabalhava em um vídeo da banda de hip hop Bliss N Eso. Apesar de os paramédicos e membros da equipe de filmagem terem feito os procedimentos de primeiros socorros, ele não resistiu.

A polícia ainda não identificou que arma e munição foram usadas, mas de acordo com o detetive responsável pela investigação, Tom Armitt, várias armas de fogo foram encontradas no cenário da filmagem.

"Estamos investigando o fornecedor das armas usadas na cena e o produtor da munição que simularia o tiro", disse.

Além disso, o detetive informou que um teste balístico também seria realizado, assim como uma necropsia, mas lembrou que os resultados não são imediatos.

A polícia está entrevistando testemunhas e analisando imagens do circuito interno de câmeras do set e do que já havia sido filmado do clipe.

O caso é semelhante ao da morte do ator Brandon Lee, também de 28 anos, que morreu em cena ao ser baleado durante a filmagem do longa metragem O Corvo (1994).

As investigações descobriram que o revólver usado estava carregado com um cartucho vazio, no qual pode ter restado um fragmento da bala.

'Devastada'

A banda Bliss N Eso disse estar "devastada" com a morte do dublê.

"Johann foi ferido fatal e tragicamente quando a réplica de uma arma foi descarregada como parte de uma cena durante a filmagem. A causa exata do ferimento ainda está sendo investigada, mas a arma estava carregada com pólvora seca e não munição viva, então não foi uma bala ou um cartucho carregado", diz um comunicado emitido pelo grupo.

Segundo a banda, o grupo de dublês e o fornecedor das réplicas de armas foram contratados pela mesma empresa de produção.

O fornecedor de armas falsas estava no set durante a filmagem e possuía todas as permissões apropriadas para realizar o serviço.

Logo antes de morrer, Ofner postou um vídeo no Instagram, no qual aparecia no set mostrando todas as armas falsas e adereços como munições, dinheiro e fichas de cassino.

Em cima das imagens das armas, escreveu "réplicas com defeito", mas não incluiu nenhuma outra informação.

Cartuchos vazios são perigosos?

Um cartucho vazio é geralmente carregado com pólvora seca ou papel, não com balas. Mas especialistas alertam que mesmo assim eles podem ser perigosos, especialmente para alguém que esteja perto do cano.

Alguns relatos publicados na mídia australiana afirmam que Ofner foi atingido de uma distância curta - ou seja, estava próximo da arma.

"Infelizmente muitas pessoas pensam que os cartuchos vazios são seguros. Eles não são. Têm carga explosiva, são muito precisos e têm muita energia", disse o armeiro John Bowring à BBC.

"O gás supersônico que sai do cano quando não há bala tem mais energia que a bala disparada em si. Esse gás pode literalmente rasgar um buraco no corpo", disse.

Outro armeiro, Brendan Byrne, concorda sobre a letalidade em potencial dos cartuchos vazios.

"Em um set de filmagem, você nunca deve direcionar a arma diretamente para um ator. E é isso o que muitas pessoas fazem, por causa do ângulo. Deve-se mirar um pouco fora do alvo, e aí então ajustar o ângulo da câmera", explicou.

Segundo Byrne, somente armeiros licenciados são treinados para lidar com as armas de forma segura - o que inclui limpeza, armazenamento e transporte delas.

Alerta

O principal sindicato do setor de entretenimento na Austrália - o Media, Entertainment and Arts Alliance - disse que vai monitorar de perto a investigação.

"Não tivemos nenhuma fatalidade ou incidentes no passado recente porque sempre mantivemos padrões de segurança muito rigorosos", disse a porta-voz Zoe Angus à Australian Broadcasting Corp.

"Esse é um alerta para que as regras de segurança sejam revisadas e ampliadas para produções online, videoclipes e várias outras vertentes do setor de produção", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos