A proposta de Trump para fazer com que o México pague por muro em fronteira

O presidente americano, Donald Trump, pretende aumentar em 20% as taxas de importação de produtos mexicanos e irá usar esse dinheiro para construir um muro na fronteira entre os dois países, afirmou nesta quinta-feira Sean Spicer, porta-voz da Casa Branca.

Spicer disse que o novo imposto pode gerar aproximadamente US$ 10 bilhões (cerca de R$ 32 bilhões) em receita por ano e afirmou ainda que a ideia é colocar a proposta do aumento como parte do pacote de reformas tributárias que o Congresso americano está planejando.

O anúncio foi feito pouco depois de o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, cancelar uma visita que ele faria na semana que vem a Washington, em meio a uma grave disputa diplomática sobre quem vai pagar pela construção da barreira. O líder mexicano disse que seu país não vai pagar pelo muro.

Fronteiras

Na quarta-feira, Trump assinou uma ordem executiva para criar o muro na fronteira sul dos Estados Unidos - uma de suas principais promessas de campanha.

O presidente vinha reiterando que o país vizinho iria se responsabilizar pelos custos da construção, mas até o momento não havia detalhado como isso seria feito.

Outras opções aventadas eram elevar as taxas de pedidos de visto por parte dos mexicanos, cobrar mais para se atravessar legalmente a fronteira e implementar tarifas comerciais nas transações com o país vizinho.

"Uma nação sem fronteiras não é uma nação. Hoje os Estados Unidos começam a retomar o controle de suas fronteiras", afirmou Trump em seu discurso na quarta-feira.

"O que estou fazendo é bom para os Estados Unidos. E também será bom para o México. Queremos um México estável e sólido."

Custo

A fronteira entre os dois países tem mais de 3 mil quilômetros de extensão e atravessa todo o tipo de relevo, desde um deserto empoeirado até o terreno acidentado ao longo do Rio Grande.

Já há cerca de 1 mil quilômetros de muros e cercas de concreto e outros tipos de barreiras erguidos, de forma descontínua, ao longo da fronteira.

Na campanha, Trump disse que o "novo" muro cobrirá 1,6 mil quilômetros e obstáculos naturais cuidarão do restante. Não está claro se ele aproveitará as barreiras já erguidas ou se o novo muro também será construído nesses trechos.

Trump afirma que o custo total do muro estaria entre US$ 10 e US$ 12 bilhões (entre R$ 32 e 38 bilhões). Mas estimativas feitas por engenheiros parecem ser bem mais altas. Um levantamento para o jornal Washington Post calcula que o custo total sairia em US$ 25 bilhões.

Os cerca de mil quilômetros de cerca já construída custaram ao governo mais de US$ 7 bilhões - e nenhuma parte dessa estrutura pode ser definida como alta, forte, poderosa e tampouco "intransponível".

E há outras razões pelas quais os valores gastos podem ser maiores: se determinar que o muro passe por áreas remotas e montanhosas, o custo pode crescer substancialmente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos