'Tu tem coragem de ver a cabeça de teu irmão?'

J. nasceu em um bairro pobre de Manaus (AM). Tinha mais de 20 irmãos. Quando criança, roubava comida para os mais novos num mercado. Adulto, foi para a prisão. "Depois foi preso e solto várias vezes", conta a família. "Era meio violento."

Em 1º de janeiro, J. foi decapitado e teve as vísceras arrancadas por presos da facção FDN (Família do Norte), que controla o tráfico de drogas na região.

Outros 55 homens tiveram o mesmo fim. Mais nove morreram em presídios vizinhos.

Exatamente um mês depois da maior matança registrada em um presídio brasileiro desde o massacre do Carandiru, em 1992, a família de J. recebeu a BBC Brasil em casa. O encontro revela o desamparo dos parentes em luto e uma sensação de impotência - tanto em relação à violência dos presos, quanto à falência do Estado em conter rebeliões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos