Torre Eiffel será cercada por barreira de vidro à prova de balas

O governo francês anunciou a construção de uma barreira de vidro à prova de balas com 2,5 metros de altura ao redor da Torre Eiffel, o monumento mais visitado do país. A ideia é que o bloqueio esteja pronto até o final do ano.

A ideia de reforçar a segurança em volta da famosa estrutura surgiu por causa da ameaça de ataques de extremistas na França. O custo da obra é estimado em 21 milhões de euros (R$ 69 milhões).

"A ameaça terrorista permanece elevada para Paris, e seus lugares mais valiosos, lista encabeçada pela Torre Eiffel, devem receber medidas especiais de segurança", disse o chefe do Turismo de Paris, Jean-François Martins.

As cercas temporárias instaladas no entorno da torre para a Eurocopa, no ano passado, serão substituídas pelas permanentes.

"Vamos colocar agora um bloqueio de metal com painéis de vidro - permitindo que os parisienses e visitantes ainda tenham uma agradável vista do monumento", explicou Martins.

Todos os anos, 6 milhões de pessoas visitam a Torre Eiffel.

A capital francesa está em alerta desde novembro de 2015, quando ataques simultâneos coordenados por jihadistas deixaram 130 mortos.

Em julho de 2016, outro ataque matou 86 pessoas na cidade de Nice. E no início deste mês, um homem armado com dois facões atacou soldados no museu do Louvre.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos