Explosão em show em Manchester deixa mortos, diz polícia britânica

Uma explosão ocorrida na Manchester Arena, na saída do show da cantora pop Ariana Grande, deixou "mortos e feridos", segundo informações da polícia britânica.

Ainda não se sabe a causa da explosão, nem se se trata de uma ação de extremistas.

Testemunhas afirmaram ter escutado "um enorme barulho" ao final do show, na cidade de Manchester, norte da Inglaterra.

O britânico Josh Elliot, que estava no show, disse à BBC que "houve um grande barulho, e todos começaram a correr. Foi um tumulto, foi terrível. As pessoas choravam, e havia carros de polícia por todos os lados. Levantamos (do chão) quando achávamos que estávamos em segurança e saímos (da arena) o mais rápido que conseguimos."

Um porta-voz de Ariana Grande - cujo público é majoritariamente infanto-juvenil - disse que a cantora não ficou ferida.

A empresa de trens britânica Network Rail informou que as linhas que passam pela estação Manchester Victoria, próxima ao local do show, estão bloqueadas. Moradores da cidade britânica estão oferecendo acomodação às pessoas que ficarem retidas na cidade, com a hashtag #RoomForManchester no Twitter.

A polícia de Manchester pediu que as pessoas se afastem da área.

O site da Manchester Arena diz que o local é a maior arena "indoor" da Europa.

Pat Carney, porta-voz do governo de Manchester, disse que a polícia ainda não sabe precisar se o incidente foi encerrado ou se ainda há risco de mais explosões.

"Obviamente todos na cidade estão chocados, tendo visto quão jovens são alguns (dos que estavam presentes ao show)", agregou Carney. "É um alvo fácil - uma casa de shows onde jovens estão curtindo música."

Mais informações em breve

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos