Venezuela expulsa embaixador brasileiro do país

A Venezuela ordenou a expulsão do embaixador brasileiro, Ruy Pereira.

Em um comunicado transmitido pela agência estatal de TV venezuelana, Pereira foi declarado persona non grata pela Assembleia Nacional Constituinte - isso significa que o embaixador, que está no Brasil para o Natal, não poderá retornar ao país.

A presidente da Assembleia, Delcy Rodríguez, anunciou que ele será mantido como persona non grata até que "se recupere a ordem constitucional que o governo Temer vulnerabilizou em nosso país irmão, após a destituição da presidente Dilma Rousseff".

A Assembleia Constituinte dissolveu a Assembleia Nacional venezuela em maio e é hoje o principal órgão do poder legislativo no país.

O Itamaraty ainda não foi comunicado oficialmente do episódio, mas diz, em nota, que aplicará medidas de reciprocidade se a decisão for confirmada. Diz ainda que a decisão demonstra "o caráter autoritário da administração Nicolás Maduro e sua falta de disposição para qualquer tipo de diálogo."

Expulsão dupla

A Assembleia também expulsou o encarregado de negócios do Canadá.

O motivo, segundo Rodríguez, seria a "intromissão permanente e insistente, grosseira e vulgar nos assuntos internos de Venezuela, apesar de a chancelaria venezuelana, e não é de agora, durante anos tem feito chamados de atenção para que se respeite a convenção sobre relações diplomáticas."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos