Imigrante que escalou prédio para salvar criança em Paris ganha promessa de cidadania e emprego

  • Thibault Camus/Pool via Reuters

    28.mai.2018 - Emmanuel Macron e malinês Mamoudou Gassama

    28.mai.2018 - Emmanuel Macron e malinês Mamoudou Gassama

Um imigrante do Mali que salvou uma criança pendurada do lado de fora de um prédio em Paris ao subir pela fachada foi recebido pelo presidente da França, de quem recebeu a promessa de que ganhará a cidadania francesa e um emprego.

Um vídeo que capturou o resgate espetacular protagonizado por Mamoudou Gassama, de 22 anos, viralizou nas mídias sociais.

Em menos de um minuto, ele escala a fachada do prédio, subindo de sacada em sacada, e salva o garoto de quatro anos, enquanto um vizinho tenta segurar a criança a partir de um apartamento ao lado.

O presidente da França, Emmanuel Macron, recebeu Gassama no Palácio do Eliseu nesta segunda-feira para agradecê-lo pessoalmente. Depois do encontro, Macron anunciou que Gassama, que estava ilegal na França, receberá a cidadania francesa e um emprego no Corpo de Bombeiros.

Macron também entregou a Gassama uma medalha em reconhecimento por sua bravura.

O resgate ocorreu na noite de sábado, em uma rua no norte de Paris.

Gassama contou que estava andando quando viu uma multidão olhando para cima na frente de um prédio.

Em uma entrevista à emissora francesa BFMTV, disse que, quando viu a criança pendurada na sacada, "não pensou, apenas salvou o menino".

"Quando eu o peguei nos meus braços, perguntei por que ele fez isso. Mas ele não me respondeu."

Os bombeiros de Paris disseram que quando as equipes chegaram ao local a criança já tinha sido resgatada. "Por sorte, tinha alguém fisicamente preparado e que tinha coragem para ir pegar a criança", afirmou o porta-voz dos bombeiros à agência AFP.

Autoridades locais citadas pela imprensa francesa disseram que os pais da criança não estavam em casa na hora que o garoto foi para a sacada. O pai foi interrogado pela polícia por suspeita de ter deixado o filho sozinho. A mãe não estaria em Paris na hora.

'Homem-aranha do 18º'

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, elogiou o jovem de 22 anos pelo heroísmo.

Ela se referiu a ele como "o homem-aranha do 18º", em referência ao distrito em que o resgate ocorreu.

"Parabéns a Mamoudou Gassama pelo seu ato de bravura que salvou a vida de uma criança na noite passada. Eu tive o prazer de conversar com ele hoje por telefone, para agradecê-lo calorosamente", escreveu Hidalgo no Twitter.

"Ele me explicou que chegou do Mali há alguns meses sonhando em construir uma vida aqui. Eu respondi que esse gesto heroico é um exemplo para todos os cidadãos e que a cidade de Paris vai, obviamente, dar apoio ao esforço dele de se estabelecer na cidade."

Segundo a mídia francesa, Gassama estava em condição ilegal no país, onde chegou em setembro. Em entrevista à rede RMC, Gassama contou que, "após deixar o Mali, cruzei Burkina Faso e o Níger, para chegar de barco da Líbia, foi bem difícil".

Depois do resgate, tanto a criança quanto Gassama foram levados ao hospital para exames de rotina. O "herói" estava reclamando de dores no joelho e a criança estava em choque, segundo disseram os bombeiros ao jornal francês Le Monde. O menino "está bem".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos