PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Polícia diz que assassinato de parlamentar britânico foi 'incidente terrorista'

Joseph Lee - Da BBC News

15/10/2021 19h52

Sir David Amess, do Partido Conservador, foi atacado enquanto se encontrava com eleitores no sul da Inglaterra. Ele tinha 69 anos e deixa a mulher e cinco filhos.

O parlamentar britânico Sir David Amess, do Partido Conservador, morreu após ser esfaqueado em Essex, na Inglaterra.

Na noite de sexta-feira (15/10, no horário do Brasil), a polícia metropolitana afirmou que o ataque foi um "incidente terrorista" que teve "possível motivação ligada ao extremismo islâmico".

Mais cedo, um homem de 25 anos foi preso sob suspeita de assassinato após o ataque, que ocorreu em uma igreja na cidade de Leigh-on-Sea.

A polícia afirmou também ter encontrado uma faca que teria sido usada no crime e que não está procurando mais nenhum suspeito. Acredita-se que o autor do crime agiu sozinho.

Amess, de 69 anos, era membro do Parlamento desde 1983. Ele era casado e tinha cinco filhos.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, declarou estar chocado com o assassinato e disse que Amess era "uma das pessoas mais gentis" na política.

O secretário de Saúde, Sajid Javid, afirmou que ele foi "um grande homem, um grande amigo e um grande parlamentar, morto enquanto cumpria seu papel democrático".

"O pior aspecto da violência é sua desumanidade. Ela rouba a alegria do mundo e pode tirar de nós aquilo que mais amamos", afirmou o chanceler Rishi Sunak.

"Hoje foi perdido um pai, um marido e um colega respeitado. Todos os meus pensamentos e orações estão com os entes queridos de Sir David", disse Sunak.

Amess estava realizando um evento onde os eleitores podem encontrar seu representante e discutir suas preocupações. O encontro acontecia na Igreja Metodista de Belfairs.

A polícia do Condado de Essex disse ter recebido relatos de um esfaqueamento pouco depois das 12h (horário local) e encontrou o parlamentar ferido. Ele foi atendido por serviços de emergência, mas morreu no local.

Amess foi o segundo parlamentar britânico ser morto nos últimos cinco anos, após o assassinato da parlamentar trabalhista Jo Cox, em 2016.

Ela foi morta na frente de uma biblioteca em West Yorkshire, onde faria um encontro com eleitores.

O vereador John Lamb disse à BBC que Sir David transferiu seus eventos para diferentes locais do distrito "para encontrar o povo" e disse que o ataque foi "absolutamente terrível".

"Perdemos um parlamentar muito bom, que trabalhava para todos", disse Lamb. "Não importava quem você era, não importava sua religião ou cultura. Se você tivesse um problema, ele ajudaria você a resolver."

O presidente da Câmara dos Comuns, Lindsay Hoyle, disse que este "é um incidente que afetará toda a comunidade parlamentar e todo o país."

Ele disse que ficou chocado e profundamente angustiado com a morte de um "homem adorável", e afirmou que nos próximos dias a segurança dos parlamentares passará por uma revisão.

O prefeito de Londres, Sadiq Khan, do Partido Trabalhista, disse que estava "profundamente triste" e descreveu Sir David como "um grande servidor público".

O líder liberal democrata, Sir Ed Davey, disse que foi "um dia verdadeiramente terrível para a política britânica" mas que suas orações eram principalmente por todos os entes queridos de David Amess.

A correspondente da BBC para política, Helen Catt, afirma que as diferenças políticas foram colocadas de lado neste momento.

"Os parlamentares estão unidos e expressam seu choque, tristeza e carinho por um colega e amigo", analisa ela.

"Muitos deles passaram o dia em igrejas, supermercados e ruas fazendo exatamente a mesma coisa que Sir David Amess fazia: encontrando seus eleitores face a face", afirma Catt.

Segundo sua análise, a morte de Amess represente, para os parlamentares, tanto uma tragédia pessoal quanto um lembrete dos perigos reais que todos eles enfrentam.

Quem foi Sir David Amess?

Sir David Amess foi parlamentar por quase quarenta anos, tendo entrado no Parlamento em 1983. Membro do Partido Conservador, ele não foi ministro e nunca teve um cargo oficial no partido .

Católico, Amess era conhecido por suas posturas políticas e sociais conservadoras. Era militante contra o aborto e em favor dos direitos dos animais.

Ele também era conhecido por defender a região que representava, incluindo uma longa campanha para conquistar o status de cidade para o vilarejo de Southend.


Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

https://www.youtube.com/watch?v=PHrIYq5Mutc

https://www.youtube.com/watch?v=XsH27OJpxtA

https://www.youtube.com/watch?v=ISEd6QwZ7Bs