PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Vídeo: Com rins de 35 kg, britânico faz arriscada cirurgia de remoção

Warren Higgs, um ex-contador, teve uma vida normal até os 35 anos, quando foi notado o crescimento anormal de seus rins - Divulgação
Warren Higgs, um ex-contador, teve uma vida normal até os 35 anos, quando foi notado o crescimento anormal de seus rins Imagem: Divulgação

21/10/2021 12h26Atualizada em 21/10/2021 12h26

O britânico Warren Higgs, de 54 anos, foi diagnosticado com a doença renal policística há mais de 20 anos.

A condição é hereditária e causa a formação de múltiplos cistos cheios de fluido nos rins de pacientes e pode levar à falência renal e a outras complicações, como AVCs.

A doença afeta uma em cada mil pessoas e não tem cura.

Após duas décadas convivendo com o problema, Warren decidiu remover os rins em uma cirurgia arriscada e complexa.

"A operação em si é perigosa. É um risco de 50% [de morte], mas eu tenho que correr. Tenho que fazer isso porque viver no sofá não é vida", disse o britânico em junho, antes da realização da cirurgia.

Após retirarem os rins de Warren, os médicos constataram que os órgãos tinham mais de 35 kg.

"Nunca tinha visto nada tão grande. Acho que esses seriam os rins mais pesados a serem removidos que se tem relato em qualquer lugar do mundo", afirma o médico Sanjay Sinha, do Hospital da Universidade de Oxford.

A repórter da BBC, Katharine da Costa conversou com Warren antes e depois da cirurgia e acompanhou um pouco do processo de recuperação.

Agora, Higgs luta para conseguir um lugar na lista de espera para um transplante renal, mas já sente o alívio de poder voltar a fazer refeições sólidas e praticar esportes.

Internacional