PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Massacre no Texas: o que se sabe sobre as vítimas

Xavier Javier López, de 10 anos, foi uma das vítimas - FACEBOOK
Xavier Javier López, de 10 anos, foi uma das vítimas Imagem: FACEBOOK

Redação - BBC News Mundo

25/05/2022 15h49

Ataque deixou ao menos 19 crianças e duas professoras mortas, o incidente com mais vítimas em uma escola primária americana desde o massacre de Sandy Hook, há uma década.

Algumas das crianças tinham acabado de receber prêmios por seu excelente trabalho escolar. Outra criança era conhecida por gostar de dançar. Um aluno foi definido como "o mais doce que eu já conheci".

São algumas das 19 crianças, entre sete e 10 anos de idade, assassinadas na última terça-feira (24/5) ao lado de duas professoras em uma escola primária em Uvalde, Texas.

O autor do crime foi identificado como Salvador Ramos, de 18 anos, morto pela polícia no local do crime.

É o ataque a tiros com mais vítimas em uma escola primária americana desde que 20 crianças e seis adultos foram mortos no colégio Sandy Hook, no Estado de Connecticut, há uma década.

Alguns pais estavam na escola texana horas antes do tiroteio, vendo com orgulho seus filhos segurando certificados de honra em uma cerimônia de premiação. Horas depois, eles tiveram que voltar.

Amerie Jo Garza foi uma das primeiras crianças cuja morte foi confirmada. Ela tinha acabado de comemorar seu aniversário de 10 anos apenas duas semanas atrás.

Ela foi baleada ao tentar telefonar para os serviços de emergência, disse a avó Berlinda Irene Arreola ao jornal digital americano The Daily Beast.

No tuíte abaixo, um repórter mostra que Amerie recebeu um certificado antes de ser morta no ataque.

Amerie era "muito extrovertida" e "muito amada pelos professores", acrescentou a avó.

E um parente escreveu no Facebook: "Por favor, não ache nem por um segundo que tudo está garantido. Abrace sua família. Diga a eles que você os ama".


Xavier Javier López, de 10 anos, era um grande nadador, lembrou sua prima Lisa Garza, de 54 anos.

"Eu era um menino amoroso de 10 anos que aproveitava a vida sem saber que essa tragédia iria acontecer hoje", disse ela.

"Ele estava muito feliz, adorava dançar com os irmãos, com a mãe. Isso afetou a todos nós."

O post abaixo mostra uma foto de Xavier que sua família compartilhou numa cerimônia um pouco antes do ataque.


Uziyah Garcia, de 8 anos, foi o "garoto mais doce que eu já conheci", disse seu avô, Manny Renfro.

Renfro lembrou-se da última vez que viu o neto, durante as férias escolares, quando jogaram futebol juntos.

"Ele era um menino muito rápido e podia pegar a bola muito bem", disse seu avô. "Havia certas jogadas que eu fazia que ele lembrava e jogava exatamente como nós as praticamos."

'Pior pesadelo'

Eva Mireles, de 44 anos , foi a primeira professora cuja morte foi confirmada. Formada em educação bilíngue e especial, ela lecionava há 17 anos para alunos da quarta série no distrito escolar de Uvalde.

Em uma breve biografia postada no site do distrito, ela escreveu sobre seu amor por corrida e caminhada. Ela também observou que tinha "uma família compreensiva, divertida e amorosa" composta por seu marido, sua filha graduada e seus "três amigos peludos".

De acordo com a imprensa americana, o marido de Mireles, Rubén Ruiz, policial do mesmo distrito escolar, havia simulado uma situação de ataque a tiros na escola de Uvalde apenas dois meses antes.

Sua tia Lydia Martínez Delgado expressou sua dor em um post postado no Facebook, dizendo que estava "furiosa que esses tiroteios continuem acontecendo". Sua prima Cristina Arizmendi Mirelez disse que "é inimaginável... o pior pesadelo".

No tuíte abaixo, a mãe de uma aluna prestou homenagem a Mireles no Twitter dizendo que a professora "acreditou" na filha.


A segunda professora morta no ataque é Irma García, de 46 anos, que lecionou na escola Robb por 23 anos. Ela foi indicada a professora do ano em seu distrito escolar em 2019. Ela e Mireles trabalharam juntas por cinco anos.

Casada há 24 anos, era mãe de quatro filhos e gostava de fazer churrasco com o marido e ouvir música.

Seu filho disse que um amigo policial que estava no local viu sua mãe protegendo seus alunos quando o atirador abriu fogo, informou a NBC.

Outro membro da família, seu sobrinho John, escreveu nas redes sociais: "Minha tia não resistiu, ela se sacrificou protegendo as crianças de sua turma".

"IRMA GARCIA É O NOME DELA e ela morreu como uma HEROÍNA. Ela era amada por muitos e fará muita falta."


As identidades de outras vítimas foram reveladas por familiares e amigos nas redes sociais. Uma lista oficial ainda não foi publicada.

  • A morte de José Flores foi confirmada por seu tio, Christopher Salazar.
  • A irmã de Tess Marie Mata se despediu dela no Twitter. "Meu lindo anjo, você é amado profundamente."
  • A tia de Rogelio Torres, de 10 anos, disse: "Estamos devastados e com o coração partido". "Ele era uma pessoa muito inteligente, trabalhadora e prestativa"
  • Parentes e amigos de Alexandria "Lexi" Rubio compartilharam suas dores nas redes sociais devido à morte da menina.
  • O pai de Ellie Garcia disse que sua filha, que tinha 10 anos, era "uma boneca e a mais feliz de todas".
  • Eliahana Cruz é outra das vítimas. Seu avô disse à rede de TV ABC que sua neta era uma "menina bonita com muita energia".
  • A prima de Navaeh Bravo agradeceu a todos por suas orações. "Nossa Navaeh foi encontrada. Ela está voando com os anjos."
  • Annabell Rodríguez morreu junto com sua prima Jackie Cazares. As meninas eram amigas e colegas de classe.
  • A morte de Jayce Luevanos, de 10 anos, foi confirmada por familiares. "Ainda não consigo acreditar que nunca mais veremos você", escreveu sua tia no Facebook.
  • Jailah Nicole Silguero, de 11 anos, morreu ao lado de seu primo Jayce Luevanos. Sua mãe escreveu em um post no Facebook que estava com o coração partido. "Voe alto, garota."
  • A irmã de Makenna Lee Elrod escreveu no Twitter: "Minha irmãzinha finalmente foi encontrada em uma sala de aula". "Peço que abrace seus entes queridos".
  • Uma prima de Maite Rodríguez disse que a menina era um "anjo lindo" e outra parente, Raquel Silva, disse que ela era uma "menina doce".
  • Jackie Cazares morreu ao lado de sua prima Annabelle Rodríguez. Ela estava na quarta série e havia feito sua primeira comunhão há duas semanas.
  • O pai de Alithia Ramírez procurou desesperadamente por sua filha antes de ser notificado de sua morte.

Sabia que a BBC está também no Telegram? Inscreva-se no canal.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

https://www.youtube.com/watch?v=X00cXr5OV4E

https://www.youtube.com/watch?v=mjJj0uGHB8M

https://www.youtube.com/watch?v=xQnxvZWcKWc

Internacional