Presidente do Iraque inicia visita à Síria

da BBC, em Londres

O presidente do Iraque, Jalal Talabani, faz neste domingo a visita iraquiana de mais alto nível a Damasco em muitos anos.

O encontro entre Talabani e seu equivalente, o presidente sírio Bashar Assad, ocorre em meio a um clima de tensão entre a Síria e o principal aliado ocidental iraquiano – os Estados Unidos.

Washington acusa a Síria e o Irã de alimentar a violência no Iraque, dificultando a nova estratégia americana para o país. Diz ainda que a Síria permite que grupos militantes transitem livremente na fronteira com o Iraque.

Damasco afirma que faz o que pode para guardar suas fronteiras.

Um conselheiro do presidente Talabani, Hiwa Osman, disse à BBC que o tema será tratado na visita.

"As fronteiras iraquianas são porosas. Parte da tentativa de restaurar a segurança no Iraque tem a ver com negociar com os países vizinhos para guardar as fronteiras e evitar infiltrações."

Reaproximação

A visita do presidente Talabani tentará ainda consolidar as relações diplomáticas entre o Iraque e a Síria, restauradas no último mês de novembro após 20 anos de rompimento.

As hostilidades entre a Síria e o Iraque prevaleceram por longo período, desde os dias em que os dois países eram governados por facções concorrentes do partido nacionalista árabe Ba’ath.

A Síria acusava Saddam Hussein, então líder do Ba’ath no Iraque, de fomentar instabilidade e interferir em assuntos internos sírios.

Á época, o atual presidente Jalal Talabani vivia exilado na Síria.

Na nova configuração política regional, a visita de Talabani à Síria ilustra o papel iraquiano como mediador entre os Estados Unidos e um país que Washington preferiria ver isolado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos