Lendário, Muhammad Ali completa 65 anos

da BBC, em Londres

Nesta quarta-feira, o mundo do boxe presta homenagem ao seu mais importante nome em todos os tempos, celebrando o 65º aniversário de Muhammad Ali.

O ex-campeão mundial Lennox Lewis disse, em entrevista ao programa da BBC Sportsweek, que Ali é “decididamente o maior de todos”.

“Ele é o lutador que eu via na TV e dizia: quero ser como ele”, afirmou Lewis.



“É o meu herói em todos os sentidos. Eu acompanhava suas lutas com a minha mãe e ficávamos sempre ansiosos, porque nunca sabíamos o que iria acontecer”, afirmou Lewis.

Ali foi o primeiro lutador a vencer o título mundial dos pesos-pesados por três vezes e recebeu da BBC o prêmio de Personalidade Esportiva do Século em 1999.

Ícone

Além de suas conquistas no ringue, Ali também é um dos maiores ícones do século 20, por causa de sua vida pessoal.

Ali recusou-se a lutar na Guerra do Vietnã e por causa disso perdeu seu título mundial, além de ser banido do esporte por três anos. Em 1970, voltou a lutar e reconquistou o cinturão de campeão em 1974 quando bateu George Foreman na “Luta do Século”, ocorrida no Zaire – provavelmente a luta mais comentada na história.

Depois de se aposentar do boxe, Ali começou a ser afetado pelo Mal de Parkinson, doença atribuída aos constantes golpes que ele sofreu na cabeça.

Lennox Lewis disse que viu Ali recentemente em um evento onde ele foi assistir sua filha Laila lutar. “Ele me pareceu tão bem quanto possível”, disse Lewis. “O Mal de Parkinson é uma doença que vai e vem. Uns dias são melhores que outros”, explicou Lewis.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos