Merkel pede garantias no fornecimento de energia a Putin

da BBC, em Londres

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, pediu à Rússia que melhore sua comunicação com a União Européia, depois da mais recente crise de fornecimento de energia.

Merkel fez o pedido depois de conversações neste domingo com o presidente russo Vladimir Putin na cidade de Sochi, junto ao Mar Negro.

Em meados deste mês, a Rússia interrompeu o fornecimento de petróleo em um oleoduto que passava por Belarus em uma disputa com o governo local.

O fornecimento foi suspenso por vários dias no ano passado em uma disputa russa com um outro país por onde passam as reservas, Ucrânia.

A chanceler da Alemanha, país que ocupa a presidência rotativa da União Européia, foi enfática em sua posição sobre a questão vital da segurança no fornecimento de energia.

A Europa depende da Rússia para suprir cerca de 25% de suas necessidades energéticas, especialmente em relação a gás.

Merkel havia dito anteriormente que é inaceitável que o governo russo tenha deixado de informar qualquer um de seus clientes europeus que estava na iminência de fechar o gasoduto.

Ela disse que é crítico encontrar formas de comunicação para evitar problemas no futuro.

Putin respondeu que a Rússia está agora fazendo todo o possível para desenvolver meios de entregar petróleo e gás diretamente aos países consumidores na Europa e Ásia - evitando, assim, o território de países como Belarus e a Ucrânia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos