Jornal britânico acusa eBay de ter leilões 'fraudados'

da BBC, em Londres

Uma matéria publicada neste domingo pelo jornal britânico The Sunday Times revela que leilões do site eBay são passíveis de sofrer fraudes pelos próprios vendedores, que usam identidades falsas para inflar as ofertas.

O jornal teria conduzido uma investigação que mostrou que a prática de inflação das ofertas pelos produtos leiloados seria amplamente difundida.

“Na semana passada, um dos maiores vendedores britânicos do eBay admitiu em uma conversa gravada por um repórter disfarçado que ele estava preparado para fazer com que seus sócios fizessem ofertas por ele”, afirma a matéria, intitulada “Me faça uma oferta”.

O Sunday Times alega ter provas de que inúmeros comerciantes – que vão desde a agências imobiliárias até revendedoras de carros – estariam recorrendo à prática. Segundo o jornal, o caso colocaria a segurança que o eBay proporciona aos seus usuários contra esse tipo de fraude.

Mudança

Um dos casos expostos pelo jornal é o de um ex-ginecologista de Cambridgeshire, na Grã-Bretanha, que teria conseguido uma classificação reservada para vendedores muito eficientes - a de vendedor padrão "titânio". O vendedor em questão chega a vender cerca de R$ 5,8 milhões de antiguidades por ano.

O jornal argumenta que em novembro passado, o eBay teria mudado regras nas suas regras, fazendo ainda mais difícil verificar se os vendedores estão fazendo ofertas pelos seus produtos, e assim, inflacionando artificialmente os preços a serem pagos.

Procurado pela reportagem do Times, o eBay disse que fará uma investigação sobre os casos de fraude expostos pelo jornal e que as mudanças de regras deixaram “o site mais seguro para os usuários”.

Os britânicos são usuários freqüentes do site de leilões americano. Um terço de todos os usuários da Grã-Bretanha visitam o site ao menos uma vez por mês e são os que mais gastam – cerca de R$ 210 por ano cada um.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos