Mulher de Berlusconi exige desculpas por flerte com deputada

da BBC, em Londres

Em uma carta aberta, publicada na edição desta quarta-feira de um dos jornais mais lidos da Itália, a mulher do ex-premiê italiano Silvio Berlusconi exige desculpas públicas do marido que, segundo ela, ofendeu sua dignidade ao cortejar uma deputada de seu partido.

A carta da ex-primeira dama da Itália, a ex-atriz de cinema Veronica Lario, foi publicada pelo jornal La Repubblica, tido como crítico a Berlusconi.

"Devo dar exemplo a minhas filhas de como uma mulher deve tutelar sua dignidade e quero ajudar meu filho a colocar o respeito às mulheres entre os valores fundamentais", diz um dos trechos da carta, que foi manchete do jornal e tornou-se o principal assunto na Itália.

Conhecida por sua discrição, Veronica Lario raramente acompanhou o marido em compromissos oficiais quando ele era o chefe do governo italiano.

"Em 27 anos a seu lado enfrentei momentos dolorosos com respeito e discrição, mas o que ele fez foi uma coisa inaceitável, que não pode ser reduzidas a uma brincadeira."

Comentários

A esposa do homem mais rico da Itália, com quem tem três filhos, faz referência aos comentários feitos por Berlusconi durante um jantar oferecido recentemente por ele em ocasião da entrega de um prêmio televisivo.

No jantar, o ex-primeiro-ministro italiano teria dito a uma deputada de seu partido - e também ex-atriz - que "se não fosse casado, se casaria com ela e que com ela iria para qualquer lugar do mundo".

Veronica Lario não gostou da brincadeira, ou "gafe"- uma das inúmeras pelas quais Berlusconi é conhecido na Itália e no exterior. Ela considerou, de acordo com o que escreveu na carta, que as afirmações do marido lesaram sua dignidade.

Na opinião da ex-primeira dama, os comentários do marido não podem ser considerados como brincadeira seja por causa da idade dele (70 anos), por seu papel político e social e também devido ao contexto familiar. Berlusconi tem outros dois filhos do primeiro casamento.

"A meu marido, homem público, peço que se desculpe publicamente, já que não as recebi privadamente", denunciou Veronica na carta, "e pergunto se tenho que me considerar metade de nada", completou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos