Ronaldo joga 30 minutos e é elogiado na estréia no Milan

da BBC, em Londres

Vinte e um mil torcedores gritaram o nome de Ronaldo quando o locutor do estádio San Siro anunciou sua escalação no Milan neste domingo, quando o Fenômeno fez sua estréia no time italiano.

No entanto, o brasileiro – que deixou o Real Madrid neste mês – só entrou em campo aos 18 minutos do segundo tempo, quando o Milan empatava em 1 a 1 com o Livorno.

Ronaldo substituiu Ricardo Oliveira e logo mostrou um bom desempenho. Na sua primeira participação, o atacante recebeu a primeira bola de Seedorf, deslocou o zagueiro, tocou rápido para Gilardino, recebeu de volta e passou para Kaká chutar fraco ao gol.

O lance do gol da vitória da Milan, com um gol de Marek Jankulowski, nasceu dos pés do brasileiro – cinco minutos depois que ele entrou em campo.

Elogios

Durante os 30 minutos que jogou, o atacante chegou até a dar uma de zagueiro, mostrando muita disposição.

Ronaldo teve 11 vezes a bola nos pés, deu quatro passes certos e dois errados e fez dois chutes ao gol – um deles, uma bomba que foi espalmada pelo goleiro -, além de mandar uma bola para fora.

Aprovado, disseram os torcedores com os quais a BBC Brasil falou no fim do jogo.

“Será mais amado aqui do que em Madri”, disse um italiano. “Eu achei ótimo seu desempenho”, disse um outro.

Outro que elogiou Ronaldo em sua estréia no Milan foi o dono do clube, Silvio Berlusconi. “Foi muito bem, veloz. Um fenômeno”, disse.

Qualidades

Carlo Ancelotti, o treinador, disse que o brasileiro “mostrou muitas qualidades, como a de se livrar da marcação e chutar ao gol” nos 30 minutos em campo.

“Talvez no próximo (jogo) jogará mais. Pedi a Ronaldo que fizesse o que sabia fazer e gostei das respostas em campo.”

A febre Ronaldo em Milão parece estar apenas no começo.

Do lado de fora do San Siro, barraquinhas vendiam a faixa com o nome do atacante e a camisa dele, com o número 99.

O preço dos artigos, uma pechincha: o equivalente a R$ 15 reais a faixa e R$ 45 a camiseta.

“Não estamos vendendo muito, mas isso é o reflexo do pouco número de torcedores (no estádio) e não uma demonstração de falta de confiança ao jogador”, disse o vendedor.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos