Mulher do príncipe Charles será operada para retirada do útero

da BBC, em Londres

A mulher do príncipe Charles, Camilla, duquesa da Cornuália, será submetida a uma histerotomia, um procedimento cirúrgico de remoção do útero, informou nesta segunda-feira uma porta-voz da família real britânica.

Em comunicado à imprensa, a casa real da Grã-Bretanha afirma que a cirurgia é "normal" e diz que a duquesa não tem câncer.

Camilla, que tem 59 anos, será operada no começo de março e deve passar seis semanas no hospital.

"Ela vai cumprir compromissos públicos antes da operação", afirma a porta-voz na nota oficial. "A cirurgia está agendada para que a duquesa possa acompanhar o príncipe de Gales em uma importante série de viagens a alguns países da região do Golfo."

Charles e Camilla visitarão Kuwait, Catar, Barein e Emirados Árabes entre os dias 19 e 28 de fevereiro.

'Conselho do médico'

A histerotomia é um procedimento para remoção do útero e pode ser exigida em diversas situações, como câncer, presença de caroços no útero ou menstruação irregular.

A porta-voz não disse por que Camilla será operada. "É algo que está sendo feito sob aconselhamento do médico dela, mas é algo que é muito comum para a sua idade."

Nesta segunda-feira, Camilla se encontrou com pacientes de osteoporose em um hospital na cidade de Chippenham.

Nos últimos dois meses, a duquesa chegou a cancelar alguns compromissos alegando problemas gastro-intestinais. A porta-voz da família real disse que os episódios não tem relação com a cirurgia anunciada nesta segunda-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos