Pele bronzeada vira moda entre novos ricos chineses

da BBC, em Londres

Uma visita a qualquer farmácia da China pode mostrar quais são as atitudes dos chineses em relação à beleza.

Os corredores bem iluminados estão cheios de produtos das grandes marcas mundiais que dominam o mercado de cosméticos, mas os produtos na China são diferentes daqueles vendidos no ocidente.

As prateleiras estão cheias de cremes e loções que clareiam a pele.

"Fazer com que a pele pareça mais pálida é algo muito enraizado na tradição chinesa", disse Jan Hodok, diretor de marketing para a companhia de cosméticos Nivea na China.

"Tradicionalmente, o primeiro objetivo de uma mulher é ter a pele pálida e branca, pois clarear a pele pode esconder muitas falhas. Muitas mulheres chinesas colocam protetor solar apenas para ir até a esquina, pois elas têm muito medo de serem expostas a qualquer tipo de raio solar", acrescentou.

Bronzeamento

Mas isto está mudando. Companhias estrangeiras como Nívea, L'Oréal e Estée Lauder têm metade da fatia de mercado de cremes faciais na China.

Com mais dinheiro, jovens chinesas - e alguns homens também - estão prontos para pagar mais por marcas estrangeiras.

E a atitude mais ocidental em relação ao bronzeado também está virando moda no país.

Olhando as páginas da revista Elle de fevereiro, a editora de beleza Helena Hu destaca a última moda no país. A revista mostra uma mulher chinesa com um bronzeado forte.

"Esta garota tinha acabado de voltar das férias na Tailândia então a pele dela estava muito, muito escura. Mais e mais modelos vão bronzear suas peles, para que seu visual seja mais internacional; pele mais escura significa um corpo mais saudável, é mais sexy", disse.

Nos tempos do Império, pele mais escura na China era associado com o trabalho no campo. E até hoje os trabalhadores imigrantes, que trabalham na construção civil em Xangai, têm pele mais escura.

Sucesso

Mas para um crescente número de jovens chineses a pele escura agora significa ter dinheiro para férias em outros países ou glamour estilo oriental.

Os clientes da MH Tanning, um instituto de bronzeamento no centro de Xangai, concordam. Segundo o gerente Huang Tong, este é o primeiro estabelecimento deste tipo na China. De poucos clientes, o lugar agora tem entre 20 e 30 por dia.

"Nossos clientes são principalmente chineses - engravatados, empresários, pessoas que estiveram em outros países, pessoas da moda ou atores. Temos mais homens que mulheres, mas as mulheres que vêm aqui realmente são preocupadas com moda", disse.

Cada sessão custa entre US$ 4 (cerca de R$ 8,4) e US$ 25 (R$ 52).

Ainda existe muita ignorância sobre os perigos do excesso de exposição da pele ao sol e há o temor de que esta nova moda possa levar a uma maior incidência de câncer de pele.

Mas, em Xangai, ficar rico e demonstrar é o que importa. E um bronzeado mais escuro pode ser uma das formas mais fáceis de mostrar que alguém é parte da nova riqueza da China.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos