Presidente Lula inicia giro africano em Burkina Faso

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou às 8h45, horário local (6h45 em Brasília), em Uagadugu, capital de Burkina Faso, para a primeira etapa de sua visita de quatro dias à África, a sétima desde que chegou à presidência. Lula foi recebido no aeroporto da cidade pelo presidente Blaise Compaoré. Uma banda tocou os hinos dos dois países e a apresentação foi seguida por uma salva de tiros de canhões.

Na rua em frente ao aeroporto, o presidente brasileiro era esperado por um grupo de pessoas vestindo trajes típicos e apresentando músicas e danças locais. Atrás de uma faixa que dava as boas vindas a Lula, um grupo de jovens com camisetas brancas estampando a face do presidente Compaoré agitava bandeirinhas do Brasil e bandeirinhas em comemoração aos 20 anos do golpe militar que levou o atual presidente burquinense ao poder com os dizeres "20 anos de democracia e progresso".

O golpe de 15 de outubro de 1987, liderado pelo então capitão Compaoré, foi marcado pelo assassinato do presidente Thomas Sankara.

Após aprovar uma nova constituição em plebiscito, o atual presidente burquinense organizou e venceu eleições em 1991, 1998 e 2005. A próxima eleição está prevista para 2010.

A convite do próprio presidente Compaoré, Lula deve discursar pela tarde no colóquio "Democracia e Desenvolvimento na África", organizado pelas autoridades burquinenses.

O presidente Lula é acompanhado na viagem pelos ministros das Relações Exteriores, Celso Amorim, do Desenvolvimento, Miguel Jorge, das Ações de Longo Prazo, Mangabeira Unger, da Comunicação Social, Franklin Martins, da Secretaria Especial de Política da Promoção da Igualdade Racial, Matilde Ribeiro, e pelo assessor para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia. Além disso, um grupo de cerca de 30 empresários também participa do giro africano com o presidente em busca de novas oportunidades de negócios.

Depois de Burkina Faso, o presidente Lula visita Congo, África do Sul e Angola, passando um dia em cada país. Até o fim da semana, ele terá visitado 19 dos 53 países africanos, alguns deles mais de uma vez.

O presidente já manifestou a intenção de visitar todos os países do continente e embora os diplomatas do Itamaraty não acreditem que seja possível cumprir a promessa de fincar a bandeira brasileira em absolutamente todos os 53, eles já planejam novas viagens para o próximo ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos