Jornal britânico foi preconceituoso com Brasil, diz ministro dos Esportes

O ministro dos Esportes, Orlando Silva, classificou de "manifestação preconceituosa" a declaração do jornal britânico Financial Times de que a Fifa corria o risco de levar a Copa do Mundo ao caos ao escolher o Brasil para sediar o evento em 2014.

Segundo o ministro, "eles estão subestimando a capacidade do Brasil e dos brasileiros" de organizar um evento das dimensões do torneio.

Em artigo publicado nesta segunda-feira, o principal jornal de economia e finanças da Europa apontou problemas como corrupção no setor público e precariedade na infra-estrutura, em especial no setor de transporte aéreo.

O jornal também cita o superfaturamento detectado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em obras para os Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, realizado em julho passado.

O ministro rebateu o jornal dizendo que "o Brasil é um país de estabilidade política e instituições plenas".

"Os desvios éticos têm apuração", disse o ministro.

Orlando Silva reconheceu que não houve as melhorias na infra-estrutura do Rio de Janeiro prometida pelos organizadores do Pan, também apontadas pelo Financial Times.

"A experiência (do Pan) servirá para planejarmos 2014." "O PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) estará em plena implementação." O ministro disse que a organização do evento começará assim que o Brasil estiver confirmado com a formação imediata do comitê organizador da Copa.

Ele disse que em meados do ano que vem a Fifa inspecionará as 18 cidades candidatas a sedes da Copa e que "entre dez a 12 serão anunciadas em dezembro".

O ministro disse que "as cidades com melhores condições técnicas levarão vantagem" e que estruturas e serviços serão as prioridades.

Segundo Orlando Silva, 32 cidades serão consideradas para alojar as seleções na fase preparatória do torneio, que começa um mês antes da Copa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos