Cientistas traçam mapa genético do gato doméstico

Pesquisadores nos Estados Unidos completaram um mapa genético do DNA de um gato doméstico, segundo artigo publicado nesta quarta-feira pela revista científica Genome Research.

Os cientistas acreditam que o trabalho trará benefícios para a saúde dos humanos, já que muitas das doenças hereditárias dos gatos são semelhantes às das pessoas.

A gata abissínia de quatro anos chamada Cinnamon ("Canela", em português) foi a primeira espécie doméstica (Felis Catus) a ter o seu DNA mapeado.

O mapeamento dos mais de 20 mil genes da gata foi realizado na Universidade de Missouri, nos Estados Unidos.

O possível impacto do mapeamento do genoma dos gatos na pesquisa de doenças humanas foi o motivo que levou o instituto de pesquisas americano National Human Genome Research Institute a financiar o projeto, que começou há três anos.

Segundo os pesquisadores, o estudo pode ajudar a compreender problemas hereditários relativos ao vírus HIV e à doenças que provocam cegueira.

Além disso, o seqüenciamento poderia ajudar no tratamento de gatos domésticos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos