Promotoria pede 30 anos de prisão para Fujimori

A promotoria do Peru encaminhou nesta segunda-feira à Suprema Corte do país um pedido formal para que o ex-presidente Alberto Fujimori seja sentenciado a 30 anos de prisão, caso seja considerado culpado das acusações de seqüestro e assassinato no julgamento marcado para o final do mês.

Segundo a agência estatal de notícias Andina, o promotor José Peláez Bardales acusou Fujimori formalmente pelos crimes de "homicídio qualificado, lesões graves e seqüestro". Fujimori irá a julgamento pelo assassinato de 25 civis, executados por uma milícia paramilitar em dois episódios separados, em 1991 e 1992, que ficaram conhecidos como Barrios Altos e La Cantuta.

Ele também é acusado do seqüestro do jornalista Gustavo Gorriti e do empresário Samuel Dyer.

O julgamento deve começar no dia 26 de novembro.

Confofme a Andina, Bardales pediu que o ex-presidente peruano pague uma indenização de 100 milhões de novos sóis (cerca de R$ 58,5 milhões) pelos assassinatos, além de 300 mil novos sóis (aproximadamente R$ 175 mil) às pessoas seqüestradas.

Em setembro, depois de um longo processo, a Suprema Corte do Chile determinou a extradição de Fujimori ao Peru, com base em sete acusações - duas de violação dos direitos humanos e cinco de corrupção.

O ex-líder peruano, que ocupou a Presidência de 1990 a 2000, nega as acusações. Fujimori ainda tem apoiadores no Peru, que elogiam o ex-presidente por ter vencido o grupo guerrilheiro Sendero Luminoso e conseguido conter a inflação.

Filho de japoneses, Fujimori fugiu para o Japão antes do término de seu mandato, em meio a denúncias de fraude. Ele viveu no Japão durante cinco anos. Em novembro de 2005, foi para o Chile. Sua intenção era permanecer temporariamente no país até conseguir retornar ao Peru para disputar as eleições presidenciais de 2006. No entanto, Fujimori foi detido ao desembarcar em Santiago.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos