Erupção de vulcão deixa 10 mortos na Colômbia

Pelo menos 10 pessoas morreram e 18 estão desaparecidas devido à erupção do vulcão Nevado del Huila, no sul da Colômbia, informou neste sábado o governo colombiano.

O vulcão entrou em erupção na última quinta-feira. Até o momento, acreditava-se que a erupção havia provocado somente danos materiais em estradas, pontes e residências.

O ministro do Interior e da Justiça da Colômbia, Fabio Valencia, disse que as equipes de socorro ainda não sabem "se há outras situações dolorosas" na zona atingida.

Cerca de 40 mil pessoas, a maioria camponeses e indígenas, vivem na região do vulcão.

Atividade Neste sábado, a atividade do vulcão se reduziu substancialmente, segundo o Observatório Vulcanológico e Sismológico da cidade de Popayán, localizada a 645 quilômetros ao sul de Bogotá e a 90 quilômetros do Nevado del Huila.

O observatório reduziu o nível de alerta, mas disse que seguirá monitorando permanentemente a atividade sísmica na região.

Apesar da redução da atividade vulcânica, pelo menos 150 moradores da localidade de Belalcázar, na zona montanhosa próxima ao vulcão, permanecem ilhados, segundo informações do prefeito, James Arbey Yasno, a uma rádio local.

A situação é agravada pelo mau tempo na região, que impede o sobrevôo dos helicópteros de resgate, disse o prefeito.

As chuvas têm impedido que a ajuda chegue aos afetados na zona atingida pela erupção e já há relatos de falta de comida.

A erupção do vulcão provocou avalanches de lodo e material vulcânico. Segundo as autoridades, pelo menos cinco pontes e cerca de 20 casas foram destruídas. Diversas estradas da região também foram danificadas.

Apesar da destruição e das mortes, o governo colombiano elogiou os mecanismos de emergência, que agiram rapidamente após o início da erupção, na noite de quinta-feira, evacuando milhares de pessoas das zonas de risco.

O Nevado del Huila esteve adormecido por 500 anos até entrar em erupção em fevereiro de 2007. Em abril de 2008 o vulcão entrou em erupção novamente. Nessas ocasiões anteriores, porém, não houve vítimas nem maiores danos materiais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos