Obama quer criar 2,5 mi de empregos em dois anos

O presidente-eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, disse que quer que sua equipe econômica ache uma maneira de criar 2,5 milhões de novos empregos durante os dois primeiros anos do seu governo.

Em um pronunciamento em um programa de rádio semanal do Partido Democrata, Obama disse que quer aprovar um plano para a criação dos empregos antes de tomar posse na Casa Branca, no dia 20 de janeiro.

O número de desempregados nos Estados Unidos já atingiu a marca de 1,2 milhões.

Obama disse que novos dados sobre desemprego reforçam a impressão de que a crise econômica atingiu "proporções históricas".

Ele elogiou a aprovação no Congresso americano de medidas que estimulam o seguro-desemprego, e disse que os últimos números negativos só reforçaram sua determinação em revitalizar a economia.

"Nós precisamos fazer mais para colocar mais pessoas de volta em ação, e fazer com que nossa economia se aqueça novamente." Ele também disse que o governo precisa ser rápido em achar novas fontes de energia renovável, para reduzir a dependência americana em petróleo.

Obama deve anunciar na segunda-feira o nome das pessoas que integrarão a sua equipe econômica. Acredita-se que Timothy Geithner será o novo secretário do Tesouro.

Geithner é atualmente diretor do Federal Reserve Bank de Nova York. Ele trabalhou com o ex-presidente Bill Clinton durante a crise dos mercados asiáticos, no final dos anos 90. A especulação sobre a indicação animou os mercados financeiros na sexta-feira.

A imprensa americana também está noticiando que a rival de Obama nas primárias democratas, Hillary Clinton, teria aceitado um convite para ser secretária de Estado do novo governo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos