Obama se diz 'chocado' com governador de Illinois

O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta quinta-feira que ficou "chocado e decepcionado" com a revelação de que o governador do Estado de Illinois, Rod Blagojevich, tentou vender a vaga de Obama no Senado.

Blagojevich foi preso nesta semana depois que investigadores federais revelaram que ele manteve conversas telefônicas com pessoas interessadas em substituir Obama como representante de Illinois no Senado.

Nas conversas, essas pessoas ofereceram dinheiro a Blagojevich pela vaga. O governador tem o direito de escolher um sucessor temporário para Obama até que uma nova eleição seja realizada.

"Eu nunca falei com o governador sobre esse assunto", disse Obama, ao comentar o tema em público pela primeira vez. "Estou confiante que nenhum representante meu teria qualquer participação em quaisquer negociações relacionadas à vaga." Apesar disso, Obama prometeu divulgar em breve uma relação de qualquer contato que membros de sua equipe tenham tido com o governador a respeito do assento no Senado.

O presidente eleito também reiterou seu pedido para que Blagojevich se afaste do cargo.

"Espero que o próprio governador chegue à conclusão de que ele não pode mais exercer sua função de forma efetiva e que deve renunciar." Procuradora Também nesta quinta-feira, a procuradora-geral do Estado de Illinois, Lisa Madigan, ameaçou pedir a renúncia do governador a menos que ele mesmo decida se afastar.

"Estou preparada para agir, mas obviamente a forma mais fácil para que nós avancemos no Estado de Illinois é que o governador Blagojevich faça a coisa certa para o povo e renuncie", disse Madigan, em entrevista ao canal de televisão americano CNN.

"Mas, se ele não fizer isso, então as duas opções são, obviamente, que os parlamentares estaduais tentem o impeachment, ou que eu vá à Suprema Corte de Illinois e peça a eles que declarem, basicamente, que nosso governador não pode mais governar e coloquem o vice-governador interinamente no cargo." Blagojevich, que foi libertado sob fiança e voltou a trabalhar na quarta-feira, nega que tenha feito qualquer coisa errada e não deu sinais de que pretende renunciar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos