Crise deixou o Natal 'mais sombrio', diz rainha da Inglaterra

A rainha da Inglaterra, Elizabeth II, disse em seu discurson de natal nesta quinta-feria que "este ano a ocasião é mais sombria para muitos", por causa da crise econômica.

A rainha mencionou ainda a ação das tropas britânicas no exterior e lamentou a "violência em terras distantes", relembrado os atentados em Mumbai, na Índia. O discurso representa uma oportunidade para que a monarca expresse suas próprias opiniões sobre assuntos da atualidade, ao invés das de ministros do governo.

"Algumas das coisas que antes eram tidas como certas de repente parecem não ser e, naturalmente, isto gera sentimentos de insegurança", comentou a rainha.

"As pessoas estão sendo influenciadas por acontecimentos que têm suas raízes do outro lado do mundo".

"Seja a economia global ou a violência em terras distantes, os efeitos podem ser sentidos em casa".

O discurso, em que a rainha também falou do recente aniversário de 60 anos do príncipe Charles, também incluiu um filme mostrando a infância de Charles. A família real assistiu junta ao tradicional discurso de Natal da rainha.

Dia de Natal Ao lado dos familiares, a rainha Elizabeth Segunda está passando o dia de Natal na residência real em Sandringham, no condado de Norfolk.

Eles compareceram a um serviço religioso na igreja St Mary Magdalene, que fica dentro da propriedade. A missa incluiu orações para as tropas britânicas no Afeganistão e Iraque.

A maioria dos familiares caminhou cerca de 400 metros entre a residência e a igreja, mas a rainha foi de carro.

Depois da missa, a família cumprimentou muitas das cerca de duas mil pessoas que haviam se reunido para vê-la chegar à igreja.

Como explica o especialista da BBC para assuntos da realeza, Nicholas Witchell, o Natal é uma das raras ocasiões do ano em que os principais membros da família real se reúnem e passam algumas noites sob o mesmo teto na residência real, em Sandringham.

No ano passado, os príncipes William e Harry estavam ausentes. Harry tinha viajado em segredo para o Afeganistão, onde passou dez semanas com tropas de seu regimento.

Neste Natal, no entanto, todos se reuniram. A rainha foi à missa acompanhada pelo duque de Edimburgo (seu marido, Philip), o príncipe de Gales (seu filho, Charles) e a duquesa da Cornualha (a esposa de Charles, Camilla), além dos netos William e Harry.

William, filho mais velho de Charles e da faliecida princesa Diana, surpreendeu ao exibir seu novo visual, com barba.

Também estavam presentes a princesa Real (a filha da rainha, Anne), o duque de York (seu filho, Andrew) acompanhado das filhas, as princesas Beatrice e Eugenie, o conde e condessa de Wessex (seu filho, Edward, e a esposa, Sophie), entre outros.

Durante a missa, o reverendo Jonathan Riviera fez referências às tropas britânicas servindo atualmente no Iraque e Afeganistão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos