Bode de palha é incendiado pelo 23° Natal na Suécia

Um bode gigante de palha que é construído todos os Natais no norte da Suécia foi queimado neste sábado por vândalos pela 23ª vez.

O animal de 13 metros de altura foi incendiado 23 vezes desde que foi colocado pela primeira vez na cidade de Gavle, em 1966. A escultura também já foi atropelada por um carro e teve as pernas cortadas.

Os responsáveis raramente são pegos, mas em 2001 um turista americano de 51 anos de idade passou 18 dias na prisão após ser condenado por ter incendiado o bode.

Em 2007, o bode conseguiu passar o Natal sem ser destruído.

A escultura, que pesa três toneladas, foi criada originalmente para atrair turistas a Gavle, a 106 km norte da capital sueca.

Mas já no primeiro ano o bode foi queimado na noite de reveillon e desde então vem sendo atacado constantemente.

Em 2005, o bode foi incendiado por dois homens vestidos de Papai Noel e Gingerbread Man, outra figura natalina.

As autoridades da cidade já tentaram proteger a escultura com químicos à prova de fogo, câmeras de vídeo e seguranças.

Mas apenas dez dos bodes sobreviveram ao Natal desde 1966.

O bode tem um lugar especial na tradição sueca, que diz que o animal entregava presentes no Natal antes de Papai Noel ter assumido a tarefa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos