Raúl Castro diz que está 'aberto' a diálogo com Obama

O presidente cubano, Raúl Castro, disse que está disposto a dialogar sem intermediários com o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama.

Castro descreveu o futuro presidente dos EUA como um "homem honesto", mas disse que sua eleição despertou "esperanças excessivas". "O presidente que está chegando despertou expectativas em muitas partes do mundo, expectativas que eu julgo muito altas", disse o presidente em um pronunciamento de TV na sexta-feira.

Raúl Castro, que sucedeu o irmão Fidel na presidência cubana em fevereiro do ano passado, disse, no entanto, que o futuro presidente americano poderá "tomar passos muito positivos".

Obama, que toma posse no próximo dia 20, já sinalizou que pretende relaxar o embargo comercial que os Estados Unidos impõem contra Cuba.

Em um discurso na quinta-feira, dia em que os cubanos comemoraram 50 anos da revolução comunista que levou Fidel Castro ao poder, Raúl disse que a "revolução sobreviverá outros 50 anos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos