Hamas declara cessar-fogo imediato na Faixa de Gaza

O grupo palestino Hamas anunciou neste domingo um cessar-fogo imediato aos ataques contra Israel.

O grupo disse que suspenderá o lançamento de foguetes e deu a Israel uma semana para retirar suas tropas do território palestino.

O anúncio foi feito horas depois de o governo israelense declarar trégua unilateral em Gaza. O líder do Hamas Ayman Taha que o cessar-fogo também se estende a outros grupos militantes.

"O Hamas e suas facções anunciam um cessar-fogo imediato em Gaza e dão a Israel uma semana para se retirar".

O cessar-fogo israelense entrou em vigor nas primeiras horas desta manhã e foi rompido horas depois, quando tropas israelenses retaliaram ataques com foguetes de Hamas.

Seis foguetes palestinos atingiram esta manhã a cidade israelense de Sderot, no sul do país. Ninguém ficou ferido.

Segundo relatos, forças israelenses teriam matado um palestino esta manhã em Khan Younis, ao sul de Gaza. Se confirmada, esta será a primeira morte desde que o cessar-fogo começou.

Correspondentes da BBC na região dizem que parte das tropas israelenses começam a deixar Gaza, mas que muitos soldados permanecerão no território até que a situação se estabilize. Fontes dos serviços de saúde palestinos dizem que pelo menos 1.300 pessoas morreram e 5,1 mil ficaram feridas desde o início da ofensiva, em 27 de dezembro. Do lado israelense, 13 pessoas morreram, sendo três delas civis, segundo o Exército do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos