Pelo menos 20 morrem em onda de calor na Austrália

Autoridades australianas informaram que pelo menos 20 pessoas morreram nos últimos dias como conseqüência da pior onda de calor que atinge o sudeste do país em quase 100 anos.

Segundo o governo, a maioria dos mortos é de pessoas idosas que fizeram esforço físico e acabaram sofrendo derrames e ataques cardíacos.

As mortes foram registradas em Adelaide, capital do Estado da Austrália do Sul.

As altas temperaturas, que ultrapassaram os 40º C, também causaram quedas de energia elétrica em Melbourne, no Estado de Vitória, a segunda maior cidade do país.

A falta de energia ocasionou interrupções no sistema ferroviário da cidade e uma explosão em uma estação elétrica fez com que pelo menos 300 mil casas ficassem sem luz.

Também em Vitória, incêndios atingiram a região rural de Gippsland e pelo menos dez casas foram queimadas na cidade de Boolarra.

Se os mesmos índices continuarem a ser registrados até domingo, a onda de calor se igualará à pior já observada nos últimos 100 anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos