Recuo da GM na venda da Opel irrita governo alemão e representantes trabalhistas

A venda da montadora à Magna e ao Sberbank parecia certa. Agora a matriz argumenta que manter as subsidiárias europeias é importante para sua "estratégia global". Sindicatos e estados criticam "procedimento inaceitável".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos