Atentado na Líbia mata dezenas de policiais

Caminhão-bomba explode em centro de treinamento da polícia de fronteiras, matando ao menos 60 pessoas em região onde atuam traficantes de pessoas. Suspeitas, porém, recaem sobre o "Estado Islâmico".

Um atentado com um caminhão-bomba a um centro de treinamento da polícia matou ao menos 60 pessoas na Líbia nesta quinta-feira (07/01), em um dos piores ataques já ocorridos no país.

Um terrorista suicida detonou um caminhão-tanque cheio de explosivos no centro policial na cidade de Zliten, a 170 quilômetros da capital Trípoli.

O ministério líbio da Saúde confirmou a morte de entre 50 e 55 pessoas e informou que há pelo menos cem feridos. Já o porta-voz de um hospital local disse que as equipes de resgate haviam retirado 60 corpos dos destroços e que pode haver ainda dezenas de mortos.

Uma autoridade de segurança contou, sob condição de anonimato, que na hora da explosão havia cerca de 400 homens no local, utilizado como base de treinamento para a polícia de fronteiras da Líbia, que trabalha no combate à atuação de traficantes de pessoas.

Até o momento nenhuma organização assumiu a autoria do ataque. As suspeitas recaem sobre a organização terrorista "Estado Islâmico" (EI), que já realizou diversos ataques suicidas na Líbia.

Os traficantes que atuam na costa da Líbia são conhecidos por responder com violência às tentativas de repressão às suas operações, mas a forma como o atentado desta quinta-feira ocorreu segue os métodos utilizados pelo EI.

Nos últimos anos, milhares de pessoas que fogem de guerras e perseguições tentaram chegar à Europa pela Líbia. Centenas morreram na travessia do Mar Mediterrâneo.

O país vive uma situação caótica desde a queda do líder Muammar Kadafi, em 2011. O território se divide entre o domínio islamista, com sede em Trípoli e, no leste, o governo líbio reconhecido internacionalmente.

Em dezembro, ambos os lados assinaram um acordo mediado pela ONU para a criação de um governo de unidade, mas que ainda não foi implementado.

RC/ap/afp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos