Polícia encontra esconderijo de terrorista envolvido nos ataques de Paris

Em batida policial em Bruxelas, investigadores descobrem material para fabricar explosivos e impressão digital de Salah Abdeslam, foragido suspeito de participar dos ataques terroristas de novembro na capital francesa.

A polícia belga revelou nesta sexta-feira (08/01) novos detalhes de uma investigação sobre os atentados de Paris. Em um apartamento em Bruxelas foram encontrados três vestimentas para possível uso em ataques suicidas, material para fabricação de explosivos e uma impressão digital de Salah Abdeslam, que está foragido e é suspeito de participação nos ataques terroristas de 13 de novembro.

A descoberta foi feita durante uma batida policial em 10 de dezembro, no terceiro andar de um prédio situado no bairro de Schaerbeek. O promotor não explicou por que a informação só foi divulgada agora.

Segundo os investigadores, o apartamento foi alugado com documentos falsos, possivelmente por uma das 10 pessoas que foram presas na Bélgica, suspeitas de terem ligação com os ataques.

"Foram encontrados três cintos feitos à mão, que podem ter sido usados para o transporte de explosivos, assim como uma impressão digital de Salah Abdeslam", ressaltou a promotoria.

A polícia procura Abdeslam desde os ataques que mataram 130 pessoas e feriram diversas outras no dia 13 de novembro em Paris. Os atentados foram reivindicados pelo grupo extremista "Estado Islâmico".

MD/afp/ap

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos