Cinco formas de celebrar o Ano Shakespeare

Elizabeth Grenier (ca)

O 400° aniversário do poeta, morto em 1616, é mais um motivo para lembrar, durante todo um ano, o legado de um dos mais famosos dramaturgos ingleses. Entre milhares de eventos, selecionamos cinco destaques.

Outro Ano Shakespeare? Aparentemente, o mundo não se cansa do poeta nacional da Inglaterra: em 2014, um ano inteiro foi dedicado ao 450° aniversário de nascimento de William Shakespeare. Agora, 2016 marca os 400 anos de sua morte - assim, também se pode dizer que esta é a década de Shakespeare.

Entre uma lista infinita de eventos, eis uma seleção de destaques promissores:

1. Compartilhe seu "momento" Shakespeare

Para que todo mundo entre no clima de festa, um importante programa global foi lançado no último dia 5 de janeiro, véspera do Dia de Reis- em inglês, Twelfth Night, nome de uma peça de Shakespeare -, pedindo às pessoas para postar sua citação favorita ou gravar um vídeo de si mesmas falando sobre algo de que gostem sobre o poeta.

O programa faz parte da campanha de coleta de fundos para o serviço filantrópico britânico Trabalho Voluntário no Exterior (VSO, na sigla em inglês). Confira a hashtag #PlayYourPart no Twitter e no Facebook.

2. Caminhada completa

Um ponto alto na celebração do 400° aniversário de morte de William Shakespeare em Londres acontecerá no fim de semana de 23 e 24 de abril (ele morreu em 23 de abril).

Chamado de The Complete Walk (A caminhada completa), o evento transformará um trecho de quatro quilômetros ao longo do Tâmisa, de Westminter até a Tower Bridge, com 37 telões exibindo 37 curtas-metragens para cada uma das 37 peças de teatro do dramaturgo inglês. Encomendadas pelo teatro Shakespeare's Globe, estes filmes foram todos rodados no local onde se passa a peça - por exemplo, Antônio e Cleópatra foi filmado em frente às Pirâmides do Egito; Hamlet, na Dinamarca e Romeu e Julieta, em Verona.

3. Hamlet em turnê mundial de dois anos

Para aqueles que não puderem ir a Londres, o Shakespeare's Globe irá até eles. O renomado teatro empreendeu um projeto ambicioso e único: a peça Hamlet deverá ser encenada em todos os países do mundo - mesmo as nações mais afetadas pela guerra ou pelo vírus do ebola poderão escutar ao vivo a frase "Ser ou não ser, eis a questão".

A atual turnê Globe to Globe teve início em 23 de Abril de 2014, três dias antes do 450° aniversário de nascimento do poeta e será concluída no aniversário de sua morte, em 23 de Abril de 2016. Nesta quarta-feira (13/01), um grupo de 16 pessoas apresenta a peça no Catar. Hamlet ainda deverá ser encenada na Libéria, Serra Leoa, Afeganistão, Iraque, Irã, entre muitos outros países.

4. Shakespeare revisitado por romancistas famosos

A editora Hogarth deu início à publicação de uma série de romances de alguns dos autores mais aclamados do mundo, incluindo Jo Nesbo, Margaret Atwood e Tracy Chevalier.

O próximo título da série será publicado em 9 de fevereiro: Shylock Is My Name (Shylock é meu nome) escrito por Howard Jacobson, vencedor do Prêmio Brooker. O autor reinterpretou um dos personagens mais famosos de Shakespeare, Shylock, de O Mercador de Veneza. No atual livro, um pai em conflito lida com a rejeição da filha à sua educação judaica.

Neste ano, ainda deverão ser lançados dois outros livros da série Hogarth Shakespeare: a romancista Anne Tyler, vencedora do Prêmio Pulitzer, transpôs A megera domada para a atual cidade americana de Baltimore, enquanto a autora canadense Margaret Atwood decidiu modernizar sua peça favorita de Shakespeare, A tempestade.

5. Benedict Cumberbatch: de Hamlet a Ricardo 3°

No ano passado, centenas de pessoas passaram a noite em claro numa fila, tentando conseguir ingressos para a apresentação de Hamlet no Teatro Barbican, peça que foi estrelada por Benedict Cumberbatch. O ator britânico conhecido como o novo Sherlock Holmes também ocupou as manchetes por sua estrita intolerância frente aos celulares usados para filmar performances teatrais.

Neste ano, no entanto, os aficionados poderão evitar filas de ingresso e não precisarão esconder seus celulares para ver Cumberbatch em outra apresentação de Shakespeare - na TV.

Apesar da programação exata ainda não ter sido revelada, a BBC planeja levar ao ar a última temporada da série sobre as peças de Shakespeare The Hollow Crown (A coroa oca), desta vez reunindo adaptações filmadas de Henrique 4° partes 1, 2 e 3, e terminando com Ricardo 3°.

Shakespeare definiu Ricardo como um corcunda feio "deformado e inacabado", mas o personagem irá, sem dúvida, ter uma aparência diferente: Cumberbatch - nome sempre presente em listas dos homens mais sensuais do mundo - fará o papel do rei.

Sem revelar detalhes, o The Guardian escreveu em 1° de janeiro que o ator também está envolvido num projeto próprio do jornal lembrando o 400° aniversário da morte de Shakespeare.

Mais informações sobre apresentações públicas, exposições e outros eventos criativos poderão ser encontradas no site Shakespeare400.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos