Cidade holandesa testa ciclovia aquecida

Benjamin Dürr (av)

Paraíso das bicicletas, a Holanda segue aprimorando a infraestrutura para esse meio de transporte. Pistas que evitam a formação de gelo em dias frios são apenas uma das inovações em prol dos ciclistas no país.

As temperaturas glaciais não são o único problema no inverno dos climas temperados: quando em grande quantidade, a neve impede a circulação de pedestres e veículos. E o gelo escorregadio provoca derrapagens e quedas.

Nas ciclovias de Wageningen, contudo, há três invernos um trecho de 50 metros permanece livre de gelo. A cidade holandesa está testando o sistema de aquecimento Thermopath, que mantém o caminho a 5ºC - o suficiente para evitar a formação de gelo, tornando mais atraente o uso da bicicleta nos meses frios.

As lajotas no trecho são semelhantes às usuais e, segundo a prefeitura local, têm impacto zero sobre o clima. Sob o revestimento de cimento, encontram-se canos, que armazenam calor, gerado no verão, a cerca de 150 metros de profundidade.

Sensores medem a temperatura e a umidade, ligando e desligando automaticamente o sistema, segundo a necessidade. Dependendo do local, também pode ser utilizado o calor produzido por fábricas ou canalizações de esgoto próximas.

Empregos múltiplos

Segundo Job van Roekel, diretor executivo da firma Easypath, que desenvolveu o projeto, "o ponto de partida foi o fato de que, em caso de neve e geada, as ruas têm prioridade, e só mais tarde o gelo é removido das ciclovias".

O Thermopath custa aproximadamente o dobro de uma ciclovia convencional e, segundo Van Roekel, as reações em Wageningen têm sido positivas. O projeto-piloto vem se realizando desde 2014, e sete províncias holandesas já mostraram interesse no conceito.

Ele explica que o sistema não exige quilômetros de canalizações, podendo ser instalado só em determinados pontos, como caminhos estreitos, aclives ou passagens subterrâneas para pedestres, onde o serviço de remoção de neve não chega.

Outro emprego para os elementos calefatores são os acessos a lares para idosos e outros locais onde uma queda pode ser especialmente grave. Eles reduzem, ainda, o uso de sal para impedir o congelamento nas ruas, que é nocivo ao meio ambiente.

Paraíso dos ciclistas

Em nenhum país com grau comparável de prosperidade, a bicicleta é tão importante como meio de transporte quanto na Holanda. Um quarto de todos os trajetos no país é percorrido sobre duas rodas - na Alemanha, por exemplo, a proporção é de apenas 10%. Nas estações ferroviárias há estacionamentos especiais, e nos cruzamentos, pistas e semáforos para os ciclistas. Em média, cada holandês recorre 300 vezes por ano a esse veículo.

O país está no processo de desenvolver uma infraestrutura ideal para bicicletas. Em Utrecht, pesquisadores testaram em novembro uma "onda verde" para os ciclistas. LEDs iluminam o chão da ciclovia: quem segue a velocidade das luzinhas não precisa parar no sinal vermelho.

Em Groningen, experimentou-se um sistema de coordenação de semáforos que, em caso de chuva, dá sinal verde com mais frequência para os ciclistas. A intenção é incentivar a preferência pela bicicleta em relação ao automóvel, mesmo com mau tempo.

Energia solar

Outra inovação é a ciclovia solar, em cujo revestimento estão instalados módulos de produção de energia. A iniciativa faz especialmente sentido na Holanda, onde há 35 mil quilômetros de ciclovias. "A superfície dos caminhos e ruas é maior do que dos telhados", justifica Sten de Wit, do consórcio SolarRoad.

O sistema permite produzir energia ecológica sem ter que ocupar superfícies não construídas. A primeira ciclovia solar, com 70 metros de extensão, se encontra em Krommenie, ao norte de Amsterdã. Segundo De Wit, os ciclistas nem notam que trafegam sobre placas fotovoltaicas, que são recobertas com uma camada antiderrapante.

Inaugurado há um ano, o trecho produziu mais energia do que se esperava: 9.800 kilowatt/hora, o suficiente para abastecer três residências durante um ano. Há planos de ampliar a rota em 20 metros em 2016, além de melhorar seu revestimento.

O sistema despertou interesse em todo o mundo, já estando acertada uma cooperação com o estado da Califórnia, nos Estados Unidos. Outra cidade holandesa, Eindhoven, também dispõe de uma ciclovia solar, que brilha à noite - tornando o trajeto de bicicleta não só mais seguro, como mais bonito.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos