Morre o cineasta italiano Ettore Scola

Diretor de filmes como "Um dia muito especial" e "Nós que nos amávamos tanto" estava em coma num hospital de Roma. Considerado um dos mestres do cinema italiano, ele foi premiado em Cannes em 1976.

O cineasta italiano Ettore Scola, realizador de filmes como Um dia muito especial e Nós que nos amávamos tanto, morreu nesta terça-feira (19/01) num hospital de Roma, aos 84 anos.

Scola era considerado um dos últimos grandes mestres do cinema italiano, tendo dirigido atores como Marcello Mastroianni, Sophia Loren, Vittorio Gassman e Nino Manfredi.

Realizador de mais de quatro dezenas de filmes, incluindo documentários, ele foi ainda autor de inúmeros roteiros cinematográficos. Em 1976, ganhou o prêmio de melhor diretor no Festival de Cannes com Feios, sujos e malvados.

Scola estava em coma desde domingo, hospitalizado no setor de cirurgia cardíaca do Hospital Policlínico de Roma. O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, declarou que a morte do diretor "deixa um enorme vazio na cultura italiana".

AS/lusa/dpa/efe

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos