Rajoy desiste de formar novo governo espanhol

Líder em exercício comunica ao chefe de Estado, rei Felipe 4º, que permanece candidato, apesar de não ter o apoio necessário no Parlamento. Casa Real agenda nova rodada de negociações com partidos para a próxima semana.

O presidente em exercício do governo espanhol, Mariano Rajoy, disse nesta sexta-feira (22/01) que permanece candidato para formar o próximo governo do país, mas ressaltou que não se encontra em posição de buscar o voto de confiança do Parlamento, pois não desfruta do apoio necessário de outros partidos.

"Ainda sou candidato, mas não posso me apresentar agora, porque não tenho o apoio que preciso", disse Rajoy, que comunicou nesta sexta-feira ao chefe de Estado, o rei Felipe 4º, que rejeitou o convite de se submeter a um processo de investidura para seguir como líder do governo. "Não faria sentido lutar por ela [presidência] enquanto outros já negociam o governo. Não posso, hoje, ter maioria na Câmara", justificou.

O anúncio de Rajoy veio pouco tempo depois de o líder da legenda antiausteridade Podemos, Pablo Iglesias, ter comunicado ao monarca uma proposta de formar um governo com Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) e a Esquerda Unida - coalizão que não alcançaria a maioria parlamentar, precisando assim do apoio de diversas siglas nacionalistas e de outros partidos menores.

Rajoy criticou a postura do líder socialista Pedro Sánchez, que repetidamente rejeitou a formação de uma ampla coalizão com PP e a nova formação de centro-direita Ciudadanos, que somaria 253 assentos, muito acima dos 176 necessários para governar.

A Espanha tenta definir seu novo chefe de governo desde as eleições de 20 de dezembro, quando o Partido Popular (PP), de Rajoy, foi a legenda mais votada, mas não conseguiu formar maioria absoluta. O PP conquistou 123 deputados no Parlamento de 350 assentos, 53 a menos que o necessário. O PSOE elegeu 90 parlamentares e o Podemos conquistou 69 assentos.

A Casa Real espanhola então anunciou que a partir da semana que vem será realizada uma nova rodada de negociações com partidos políticos para procurar um candidato para formar o governo.

PV/dpa/efe/rtr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos