Japão anuncia juros negativos para estimular economia

Banco central do Japão introduz taxa de juros negativa com objetivo de incentivar empréstimos e investimentos e conter deflação. Mercados de ações reagem imediatamente, e iêne cai em relação ao dólar.

O Banco do Japão (BOJ) anunciou nesta sexta-feira (29/01) a introdução de uma taxa de -0,1% sobre contas atuais de instituições financeiras comerciais.

"O BOJ irá cortar as taxas de juros mais em direção ao território negativo caso entenda que seja necessário", afirmou o banco central japonês em comunicado.

Trata-se uma medida agressiva para conter a deflação, baseada no modelo lançado pelo Banco Central Europeu. O objetivo é estimular os bancos comerciais a realizar mais empréstimos e estimular investimentos e o crescimento econômico.

O BOJ afirma que a política de juros baixos será mantida até que a meta de inflação de 2% seja alcançada. Dados econômicos apontam que a inflação de base no país em 2015 ficou em 0,5%.

O anúncio teve efeito imediato nos mercados financeiros. No início do dia, o iene caiu em relação ao dólar, com a cotação da moeda americana aumentando de 118.50 para 120.40 iênes. O índice Nikkei subiu quase 3%.

O índice pan-europeu FTSEurofirst 300 subiu 1,1% na manhã desta sexta-feira, após queda de 1,7% no dia anterior.

RC/rtr/ap/afp/dpa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos