Sanders e Trump vencem primárias de New Hampshire

Pré-candidatos republicano e democrata conseguem importante vitória na segunda prévia da corrida à Casa Branca. Triunfo com ampla margem de vantagem pode mudar os rumos da campanha de ambos os partidos.

As primárias de New Hampshire terminaram nesta terça-feira (09/02) com a vitória de dois pré-candidatos não alinhados aos pilares tradicionais da política americana: o magnata Donald Trump, pelos republicanos, e o senador Bernie Sender, pelos democratas.

O resultado confirma a fama de independente do estado. E reflete um momento em que os americanos parecem estar irritados com os políticos tradicionais. New Hapshire foi a segunda prévia no processo dos partidos para escolha de seus candidatados à eleição de 8 de novembro.

Senador independente pelo estado de Vermont, Sanders, que se autointitula um socialista, superou Hillary Clinton, que vencera a primária de Iowa na semana passada por margem mínima. A diferença de quase 20 pontos percentuais entre os dois em New Hampshire pode mudar os rumos da campanha da ex-secretária de Estado.

Para os críticos de Hillary dentro do Partido Democrata, seu discurso é moderado demais, sobretudo no momento em que Sanders, que se confirma como seu principal adversário, fala até em "revolução" e vem captando a atenção do eleitorado jovem.

Entre os republicanos, Trump também teve cerca de 20 pontos de vantagem em relação ao segundo colocado, o governador de Ohio, John Kasich - grande surpresa do dia. Em terceiro, aparecia Ted Cruz, seguido por Jeb Bush e Marco Rubio.

Depois de um bom terceiro lugar em Iowa, Marco Rubio precisava de outro resultado positivo em New Hampshire para reforçar seu argumento de que ele é o nome em torno do qual as lideranças do partido e os grandes doadores devem se reunir.

O desempenho de Rubio no debate de sábado à noite, porém, foi amplamente ridicularizado por republicanos e democratas e nas redes sociais. E o resultado em New Hampshire pode alimentar a ideia de que ele não tem força para seguir na disputa até o fim.

Trump: "Mundo voltará a nos respeitar"

Durante seu discurso de vitória, Trump prometeu que acabará com a "epidemia" de heroína e toxicomania que sofre New Hampshire e o resto do país. Ele atribuiu a raiz do problema à imigração e ao tráfico de drogas "que entram nos EUA pela fronteira sul."

"Vamos fazer algo tão bom, tão rápido e tão forte que o mundo voltará a nos respeitar. Acreditem em mim", disse Trump para seus seguidores, após agradecer aos eleitores por seu apoio.

"Vamos construir o muro, acreditem ou não. Não é uma coisa tão difícil de fazer", reiterou o empresário em relação a uma de suas propostas de campanha mais polêmicas para evitar a chegada de migrantes a solo americano.

Além disso, Trump falou em acabar com a reforma da saúde promulgada pelo presidente americano, Barack Obama, e conhecida como "Obamacare", além de acusar o atual governo de maquiar os dados de desemprego, que neste mês ficou em 4,9%, a primeira vez desde 2008 que fica abaixo da barreira de 5%.

Já o senador Bernie Sanders afirmou que com sua vitória se envia "uma mensagem que ecoará de Wall Street a Washington", falando que o povo quer "uma mudança real".

"Juntos enviamos uma mensagem que ecoará de Wall Street a Washington, do Maine à Califórnia, que o governo de nosso grande país pertence a todo o povo e não só a um punhado de ricos contribuintes para as campanhas", disse Sanders.

Sanders afirmou que a alta participação nas primárias de New Hampshire demonstra que sua campanha "colhe o entusiasmo que o partido democrata vai precisar para ter sucesso em novembro", nas eleições gerais.

"O que começou na semana passada em Iowa, o que confirmou New Hampshire hoje, não é nada menos que o começo de uma revolução política, que unirá milhões de pessoas", afirmou Sanders, que em Iowa terminou quase em empate técnico com Hillary.

RPR/rtr/ap

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos