Sarkozy é acusado de irregularidades em campanha eleitoral

Ex-presidente é investigado por suposto financiamento ilegal da campanha de 2012. Empresa teria emitido 18,5 milhões de euros em faturas falsas para ocultar que gastos ultrapassaram limite permitido pela lei.

O ex-presidente da França Nicolas Sarkozy foi indiciado nesta terça-feira (16/02) por irregularidades no financiamento de sua campanha eleitoral para a Presidência francesa em 2012, afirmou a Procuradoria de Paris.

Sarkozy foi ouvido pela manhã por juízes sobre as supostas irregularidades, antes de ser notificado que está sendo investigado pelo financiamento ilegal da campanha. O ex-presidente é acusado no escândalo de Bygmalion, no qual uma empresa de comunicação emitiu faturas falsas no valor de 18,5 milhões de euros para que o partido União por um Movimento Popular (UMP) assumisse gastos que, na verdade, eram da campanha de Sarkozy.

Essa manobra visava ocultar os gastos reais da campanha que ultrapassaram 22,5 milhões de euros, o máximo permitido pela legislação francesa. Sarkozy nega ter conhecimento sobre o esquema. Quatro figuras centrais da campanha do ex-presidente, entre eles o diretor e o tesoureiro, estão sendo investigados. Ex- executivos da Bygmalion também estão entre os acusados.

Diversos funcionários da Bygmalion e membros da equipe da campanha do ex-presidente já admitiram a fraude, mas nenhum acusou Sarkozy de ter conhecimento do esquema. Em 2012, o candidato perdeu a eleição para François Hollande, o atual presidente da França.

O advogado de Sarkozy, Thierry Herzog, afirmou que vai recorrer da decisão. Essa não é a única acusação que o ex-presidente enfrenta. Ele responde a processos por corrupção, tráfico de influência e irregularidades em campanhas eleitorais.

O atual anúncio, porém, dificulta ainda mais uma possível candidatura de Sarkozy para as eleições presidenciais do próximo ano.

CN/lusa/afp/rtr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos