Clinton e Trump vencem em novo dia de primárias

O bilionário republicano e a pré-candidata democrata vencem, respectivamente, as primárias nos estados da Carolina do Sul e Nevada. Ambos os candidatos querem reforçar suas posições antes da chamada "Superterça".

O bilionário americano Donald Trump confirmou neste sábado (20/02) seu favoritismo como pré-candidato na corrida à Casa Branca com uma vitória nas primárias do Partido Republicano, desta vez no estado da Carolina do Sul.

Por sua vez, a pré-candidata democrata, Hillary Clinton, conseguiu dar nova vida à sua campanha, superando o rival Bernie Sanders nas primárias de seu partido em Nevada.

Após uma vitória em New Hampshire no início do mês, Trump conseguiu por volta de um terço dos votos na Carolina do Sul, com cerca de 90% das urnas computadas. "Não é nada fácil concorrer à presidência, posso lhes dizer", afirmou Trump na festa de sua vitória. "Quando se ganha, é lindo", declarou o bilionário aos apoiadores.

Após horas de grande nervosismo, os resultados finais mostraram que o segundo lugar foi para Marco Rubio, senador republicano da Flórida. Rubio obteve aproximadamente 22,5% dos votos, enquanto o terceiro lugar foi para o texano Ted Cruz, com 22,3% da preferência do eleitorado republicano.

Em Nevada, Clinton teve uma vitória clara. Com cerca de 90% das urnas apuradas, a ex-secretária de Estado obteve 52,6% dos votos contra 47,4% de Sanders. "Esta campanha é de vocês e é uma campanha que vai quebrar qualquer obstáculo que esteja pela frente", declarou Clinton em seu discurso de vitória no Caesars Palace em Las Vegas.

Falando ao lado do marido, o ex-presidente Bill Clinton, Hillary disse que os americanos têm o direito de estar insatisfeitos, mas também estão sedentos por "verdadeiras soluções".

"Superterça"

Os pré-candidatos presidenciais de ambos os partidos esperam reforçar suas posições antes da chamada "Superterça" no próximo dia 1° de março, quando primárias serão realizadas em quase uma dúzia de estados. As eleições dos representantes democratas e republicanos nos 50 estados americanos deverão se estender até junho.

Os candidatos à presidência serão nomeados oficialmente nos congressos partidários de republicanos e democratas em julho. As eleições presidenciais americanas deverão ser realizadas em 8 de novembro.

CA/afp/ap/lusa/dw

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos