Oscars para "Spotlight" e DiCaprio

Martin Kuebler (rc)

Em meio à controvérsia sobre racismo, o drama jornalístico "Spotlight" levou o Oscar de melhor filme. Após cinco indicações, Leonardo DiCaprio finalmente levou a estatueta de melhor ator para casa.

A noite mais importante de Hollywood foi marcada por algumas surpresas e outras vitórias esperadas há muito tempo. Após cinco indicações, Leonardo DiCaprio finalmente levou para casa o Oscar de melhor ator por seu papel de sobrevivente no épico O regresso.

Ao receber a estatueta, o ator de 41 anos foi ovacionado de pé, e utilizou seu discurso de agradecimento para falar das mudanças climáticas, lembrando como o elenco e a equipe de filmagens de O regresso tiveram que viajar até a América do Sul para encontrar gelo.

"A mudança climática é real", disse DiCaprio. "Está acontecendo neste momento. Essa é a mais urgente ameaça a toda a nossa espécie", disse. Em sua conta no Twitter, DiCaprio disse que a ação contra as mudanças climáticas começa ao eleger líderes que farão mudanças corajosas e vitais para salvar o planeta.

A atriz Brie Larson, que havia sido indicada pela primeira vez, recebeu o prêmio de melhor atriz pelo filme O quarto de Jack.

Uma das poucas surpresas da noite foi a entrega do Oscar de melhor ator coadjuvante para o britânico Mark Rylance por sua atuação no drama Ponte dos espiões.

A sueca Alicia Vikander foi premiada como melhor atriz coadjuvante pelo papel de esposa de um artista transgênero no filme A garota dinamarquesa.

O drama jornalístico Spotlight: Segredos revelados foi escolhido como melhor filme. O longa baseado em fatos reais fala de uma investigação do jornal Boston Globe sobre abusos sexuais cometidos por padres da Igreja Católica.

O filme superou concorrentes de peso como O regresso, A grande aposta e Mad Max: estrada da fúria. Este último, aliás, recebeu seis das dez estatuetas a que foi indicado, tornando-se o maior premiado da noite.

O diretor mexicano Alejandro G. Iñárritu, vencedor do ano passado pelo filme Birdman, foi escolhido novamente como melhor diretor por O regresso.

#OscarsSoWhite

O comediante Chris Rock, que apresentou a entrega do Oscar pela segunda vez, não poupou comentários sobre a controvérsia em torno da ausência de atores e cineastas negros entre os concorrentes das principais categorias. A discussão desencadeou a campanha #OscarsSoWhite (Oscars tão brancos) nas redes sociais e levou a boicotes à cerimônia. Durante a abertura do evento, Rock deu as boas-vindas ao público no que chamou de "prêmio de escolha dos brancos".

Outro tema que chamou a atenção foi o do abuso sexual. A cantora Lady Gaga realizou uma performance emocionante da canção Till it happens to you ("Até que aconteça com você", em tradução livre), tema do documentário The Hunting Ground, que trata dos abusos cometidos em campi universitários nos Estados Unidos.

Abaixo, em negrito, os vencedores do Oscar 2016:

Filme:

A grande aposta

Ponte dos espiões

Brooklyn

Mad Max: Estrada da fúria

Perdido em Marte

O regresso

O quarto de Jack

"Spotlight: Segredos revelados"

Ator:

Bryan Cranston (Trumbo)

Matt Damon (Perdido em Marte)

Leonardo DiCaprio (O regresso)

Michael Fassbender (Steve Jobs)

Eddie Redmayne (A garota dinamarquesa)

Atriz:

Cate Blanchet (Carol)

Brie Larson (O quarto de Jack)

Jennifer Lawrence (Joy)

Chartlotte Rampling (45 anos)

Saoirse Ronan (Brooklyn)

Diretor:

Adam McKay (A grande aposta)

George Miller (Mad Max: Estrada da Fúria)

Alejandro G. Iñárritu (O regresso)

Lenny Abrahamson (O quarto de Jack),

Tom McCarthy (Spotlight)

Atriz coadjuvante:

Jennifer Jason Leigh (Os oito odiados)

Rooney Mara (Carol)

Rachel McAddams (Spotlight: Segredos revelados)

Alicia Vikander (A garota dinamarquesa)

Kate Winslet (Steve Jobs)

Ator coadjuvante:

Christian Bale (A grande aposta)

Tom Hardy (O regresso)

Mark Ruffalo (Spotlight)

Mark Rylance (Ponte dos espiões)

Sylvester Stallone (Creed)

Filme em língua estrangeira:

O abraço da serpente (Colômbia)

Cinco graças (França)

O filho de Saul (Hungria)

Theeb (Jordânia)

A war (Dinamarca)

Animação:

Anomalisa (Charlie Kaufman, Duke Johnson e Rosa Tran)

O menino e o mundo (Alê Abreu)

Divertida mente (Pete Docter e Jonas Rivera)

Shaun the Sheep Movie (Mark Burton e Richard Starzak)

When Marnie Was There (Hiromasa Yonebayashi e Yoshiaki Nishimura)

Roteiro original:

Ponte dos espiões (Matt Charman, Ethan Coen e Joel Coen)

Ex Machina (Alex Garland)

Divertida mente (Pete Docter, Meg LeFauve, Josh Cooley; História original de Pete Docter, Ronnie del Carmen)

Spotlight: Segredos revelados (Josh Singer e Tom McCarthy)

Straight Outta Compton (Jonathan Herman e Andrea Berloff; História original de S. Leigh Savidge & Alan Wenkus e Andrea Berloff)

Roteiro adaptado:

A grande aposta (Charles Randolph e Adam McKay)

Brooklyn (Nick Hornby)

Carol (Phyllis Nagy)

Perdido em Marte (Drew Goddard)

O quarto de Jack (Emma Donoghue)

Documentário em longa-metragem:

Amy (Asif Kapadia e James Gay-Rees)

Cartel Land (Matthew Heineman e Tom Yellin)

The Look of Silence (Joshua Oppenheimer e Signe Byrge Sørensen)

What Happened, Miss Simone? (Liz Garbus, Amy Hobby e Justin Wilkes)

Winter on Fire: Ukraine's Fight for Freedom (Evgeny Afineevsky e Den Tolmor)

Documentário em curta-metragem:

Body Team 12 (David Darg e Bryn Mooser)

Chau, beyond the Lines (Courtney Marsh e Jerry Franck)

Claude Lanzmann: Spectres of the Shoah (Adam Benzine)

A Girl in the River: The Price of Forgiveness (Sharmeen Obaid-Chinoy)

Last Day of Freedom (Dee Hibbert-Jones e Nomi Talisman)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos