Atirador norueguês faz saudação nazista em tribunal

Anders Behring Breivik processa Estado por tratamento desumano e degradante na prisão. Extremista de direita cumpre pena em isolamento pelo massacre de 77 pessoas em atentados em 2011.

O extremista de direita norueguês Anders Behring Breivik, que matou dezenas de pessoas num massacre em 2011, fez uma saudação nazista no início do processo no qual acusa o Estado de tratamento desumano e degradante na prisão.

Depois de entrar num ginásio do presídio de Skien, no sul da Noruega, transformado em tribunal para a ocasião, Breivik voltou-se por instantes para os jornalistas e, em seguida, estendeu o braço direito sem pronunciar uma única palavra. Essa foi a primeira aparição pública do atirador desde sua condenação, em 2012.

O advogado de Breivik, de 37 anos, acusa a Noruega de violar a Convenção Europeia de Direitos Humanos, que proíbe o tratamento degradante e desumano, ao manter o atirador isolado numa cela especial de três cômodos.

"Não há na Noruega a tradição desse tipo de isolamento", alegou o advogado Oeystein Storrvik, ressaltando que advertiu seu cliente sobre fazer a saudação nazista. "Ele [Breivik] afirma ser um nacional-socialista", disse Storrvik.

O governo norueguês rejeita as acusações e afirma que Breivik recebe tratamento digno e humano, apesar da gravidade de seus crimes. As autoridades dizem que as restrições são necessárias para evitar que o detento construa uma rede de extremistas de direita a partir do presídio.

Desde que foi condenado a 21 anos de prisão, o atirador cumpre pena numa penitenciária de segurança máxima e recebeu apenas uma visitante com quem teve contato físico: a própria mãe. Ela teve permissão para abraçar o filho antes de morrer de câncer em 2013.

O extremista de direita é o autor confesso de um atentado à bomba em Oslo e de um massacre na ilha de Utoya, durante uma convenção de jovens do Partido Trabalhista. No total, 77 pessoas foram mortas nos dois ataques, ocorridos em 22 de julho de 2011. No ano seguinte, Breivik foi julgado e condenado a 21 anos de prisão. A pena pode ser entendida caso ele ainda seja considerado uma ameaça à sociedade.

CN/lusa/rtr/ap

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos